Processo de PLR

Ação do Sindicato garante R$ 7 milhões a ex-trabalhadores da Embraer

Nomes dos contemplados podem ser conferidos nesta página

| Atualizado em

Trabalhadores em frente à Embraer
Trabalhadores em frente à Embraer - Foto: Roosevelt Cássio

Um grupo de 1.755 ex-trabalhadores da Embraer dividirá R$ 7,2 milhões referentes a um processo movido pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região para pagamento de PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região determinou que a Embraer pague PLR para funcionários que foram demitidos entre 17 de agosto de 2000 e 17 de agosto de 2002. Quem estava na fábrica neste período não tem direito.

Na época em que esses funcionários foram demitidos, a Embraer não pagou a PLR a que tinham direito. Uma cláusula do acordo excluía o benefício para aqueles que não estavam mais na fábrica na data do pagamento da PLR. Por exemplo: se um funcionário trabalhou até fevereiro e a PLR foi paga em abril, ele deixou de receber. O Sindicato ajuizou o processo para requerer o pagamento a todos.

Aquele acordo, agora anulado pela Justiça, foi negociado e assinado pela Embraer e por uma comissão controlada pela própria empresa.

Como resultado da ação, o juiz Rodrigo Linares anulou a cláusula do acordo e determinou que aqueles empregados recebam o valor proporcional ao tempo trabalhado.

“Essa decisão confirma a importância do Sindicato em participar das negociações de PLR. Da forma como ainda hoje acontece, a Embraer sente-se à vontade para incluir cláusulas abusivas, como essa que foi anulada. Se nosso Sindicato tivesse participado da negociação naquele período, jamais teria assinado um acordo de tamanha injustiça. Além disso, neste período de pandemia, esse dinheiro vai ser muito bem-vindo para os trabalhadores e para a cidade”, afirma o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves.

E completou: “Que esta ação sirva de exemplo para as empresas que insistem em negociar com comissões e colocar cláusulas abusivas”, concluiu.

Cadastro só pelo site
Para receber, é preciso fazer obrigatoriamente o cadastro neste site (acesse no link abaixo). Não haverá atendimento presencial. O valor da PLR a ser pago a cada contemplado pelo processo é variável, indo de R$ 1.493,50 a R$ 39.920,13.

No momento do cadastro, será necessário o envio eletrônico dos seguintes documentos:  

- RG, CPF ou CNH;

- imagem da carteira profissional nas páginas da foto e de seu verso e do registro na Embraer;

- cartão ou extrato bancário (com os dados para recebimento).

No caso de trabalhadores já falecidos, o atendimento aos familiares será feito pelo email: atendimentoexecuta@gmail.com ou pelo WhatsApp: (12) 99605-9664. Serão necessários os seguintes seguintes documentos:

- certidão de óbito;

- certidão de dependentes ou de ausência de dependentes (emitida pelo INSS);

- RG e CPF de todos os dependentes que constem na certidão acima;

- em caso de ausência de dependentes, enviar RG e CPF de cada um dos herdeiros.

Pagamento
O pagamento será feito por depósito bancário, exclusivamente na conta do beneficiário, em até 30 dias após a realização do cadastro.

Em razão da pandemia, o Sindicato está fechado e, portanto, não haverá atendimento presencial. Todo procedimento será eletrônico, por meio do site do Sindicato. Os nomes dos contemplados pela ação podem ser acessados abaixo.

As dúvidas podem ser esclarecidas pelo email atendimentoexecuta@gmail.com ou mensagem pelo WhatsApp (12) 99605-9664, 99176-7286 ou 99139-1487 (o retorno será dado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h).                                                                                                                                                

 

 

                                                                                                                                                              

 

 


Metalúrgicos da Prolind aprovam PLR 35% superior
Participação nos lucros

Metalúrgicos da Prolind aprovam PLR 35% superior

Sindicato posicionou-se contra a proposta durante as negociações, mas quem decide são os trabalhadores

Ato virtual leva apoio à luta por empregos na LG, Blue Tech, Sun Tech e 3C
Solidariedade

Ato virtual leva apoio à luta por empregos na LG, Blue Tech, Sun Tech e 3C

Participaram representantes de entidades sindicais e partidos políticos

Trabalhadores da GM doam 493 kg de alimentos para campanha “Metalúrgicos contra a fome”
Solidariedade

Trabalhadores da GM doam 493 kg de alimentos para campanha “Metalúrgicos contra a fome”

Ao todo, já foram arrecadados 813 quilos de alimentos

Luta em defesa dos empregos na LG e fornecedoras terá ato virtual nesta terça-feira
Ao vivo

Luta em defesa dos empregos na LG e fornecedoras terá ato virtual nesta terça-feira

Os metalúrgicos dessas fábricas estão com seus postos de trabalho ameaçados

Metalúrgicos da Ardagh aprovam PLR que pode chegar a três salários
Participação nos lucros

Metalúrgicos da Ardagh aprovam PLR que pode chegar a três salários

A votação virtual ocorreu entre segunda (12) e terça-feira (13)

Trabalhadores da Armco decidem sobre PLR em assembleia virtual
Participação nos lucros

Trabalhadores da Armco decidem sobre PLR em assembleia virtual

Consulta eletrônica irá ocorrer através do site do Sindicato

Trabalhadores da LG e fornecedoras unificam luta por empregos e direitos
Mobilização

Trabalhadores da LG e fornecedoras unificam luta por empregos e direitos

Sindicato cobra a responsabilidade da LG na manutenção dos 430 postos de trabalho

Terça-feira é dia dos trabalhadores da GM doarem alimentos
Metalúrgicos contra a fome

Terça-feira é dia dos trabalhadores da GM doarem alimentos

Postos de coleta estarão nos bolsões da S10 e MVA

Metalúrgicas das fornecedoras da LG realizam ato em frente à fábrica em Taubaté
Nesta segunda

Metalúrgicas das fornecedoras da LG realizam ato em frente à fábrica em Taubaté

Trabalhadoras da Sun Tech, Blue Tech e 3C exigem abertura de negociação com a LG

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Maurício Diamante, 65, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333