Urgente!

Empresário dispara arma de fogo dentro de fábrica e assedia trabalhadores da Jet Mak

O autor dos tiros é o empresário e sócio administrador da fábrica Emerson Nunes Soares de Paula

| Atualizado em

Emerson portando arma dentro da fábrica
Emerson portando arma dentro da fábrica

Um crime de assédio contra os trabalhadores, sem precedentes em nossa categoria, ocorreu por volta das 11h30, nesta quarta-feira (20), quando dois disparos de arma de fogo foram realizados dentro das instalações da Jet Mak, empresa localizada no bairro Chácaras Reunidas, zona sul de São José dos Campos. 

O autor dos tiros é o empresário e sócio administrador da fábrica Emerson Nunes Soares de Paula. Na denúncia encaminhada ao Sindicato por um dos funcionários da Jet Mak, há um vídeo (confira abaixo) em que é possível ver o momento exato em que Emerson dispara duas vezes, colocando em risco a vida dos trabalhadores. Ele foi autuado por porte de munição de uso restrito. 

Acionada pelos funcionários, a Polícia Militar esteve no local. Segundo testemunhas, a PM realizou uma busca na fábrica para constatar o local dos disparos e a existência de outros armamentos na empresa. Por volta das 13h, Emerson foi conduzido ao 3º DP, no Conjunto Residencial 31 de Março.

Assédio criminoso
No início da semana, os metalúrgicos da Jet Mak já haviam procurado o Sindicato para denunciar o assédio praticado pelo dono da empresa. Segundo os funcionários, Emerson ameaçava de demissão os trabalhadores que se mostravam insatisfeitos com os recorrentes atrasos de salários e vale-alimentação. 

Na avaliação do advogado do Sindicato Aristeu Pinto Neto, a conduta do empregador tem todos os contornos do crime de redução à condição análoga a de escravo (Código Penal, artigo 149 – pena: reclusão de 2 a 8 anos).

Os tiros levaram tensão aos trabalhadores. Um deles relatou ter tido uma crise de pânico. O motorista Eliseu Barbosa da Rocha, que estava em frente à fábrica no momento dos disparos, falou sobre o que testemunhou.

“Eu vim pegar o almoço quando ouvi dois disparos de arma de fogo dentro da fábrica. Também vi um rapaz abrir a janela, olhar para um lado e para o outro e fechar. Achei estranho. Pensei: vou sair fora porque é bem melhor”, disse Rocha.

O Sindicato está protocolando representação no Ministério Público do Trabalho para apuração de caso de assédio moral coletivo na fábrica. 

O diretor do Sindicato José Dantas Sobrinho acredita que o ocorrido é reflexo da ideologia propagandeada pelo presidente Jair Bolsonaro. “O que vimos aqui hoje é um absurdo. É o assédio em outro nível. Os trabalhadores não podem estar sujeitos a isso. Este crime tem ligação direta com o empoderamento através das armas defendido pelo bolsonarismo”, concluiu.

Confira o vídeo:


OMS dá recado duro a Bolsonaro sobre pandemia: “Brasil precisa levar isso a sério”
Crise do coronavírusus

OMS dá recado duro a Bolsonaro sobre pandemia: “Brasil precisa levar isso a sério”

Diretor da organização disse que, se não houver medidas de isolamento, país não conseguirá diminuir casos

Com Estado de SP na fase vermelha, Sindicato volta a fechar sede e subsedes
Coronavírus

Com Estado de SP na fase vermelha, Sindicato volta a fechar sede e subsedes

Medida visa preservar a saúde de metalúrgicos e funcionários da entidade

Metalúrgicos da General Motors aprovam layoff com estabilidade no emprego
Em assembleia

Metalúrgicos da General Motors aprovam layoff com estabilidade no emprego

Medida atingirá 600 trabalhadores de todo o complexo da GM na cidade

Em assembleia, metalúrgicos da Ericsson elegem delegado sindical
Organização de base

Em assembleia, metalúrgicos da Ericsson elegem delegado sindical

Para suplente foi escolhido o metalúrgico Jairo Venâncio

Metalúrgicos da MS Ambrógio aprovam acordo de PLR
Participação nos Lucros

Metalúrgicos da MS Ambrógio aprovam acordo de PLR

O acordo foi aprovado nesta quinta-feira (4) em votação por cédula

Pela vida, é hora de parar tudo e exigir vacina, já!
Coronavírus

Pela vida, é hora de parar tudo e exigir vacina, já!

Diante do agravamento da crise do coronavírus no país, é hora de pararmos tudo e exigirmos vacina para todos, já! Por...

Metalúrgicos da Ericsson conquistam PLR 10% maior
Participação nos Lucros

Metalúrgicos da Ericsson conquistam PLR 10% maior

Trabalhadores cão receber R$ 7.700 em uma única parcela

Por falta de peças, GM anuncia layoff em São José dos Campos
Empregos

Por falta de peças, GM anuncia layoff em São José dos Campos

Sindicato apresentará proposta aos trabalhadores nesta terça-feira (2)

Jurídico do Sindicato garante reintegração de trabalhador da Parker Hannifin
Ação judicial

Jurídico do Sindicato garante reintegração de trabalhador da Parker Hannifin

Sandro Yoshio Ueno foi demitido irregularmente, em dezembro de 2019

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333