Chefes de família

Bolsonaro derruba prioridade de mulheres para recebimento do auxílio emergencial

Para barrar a aplicação da medida, presidente argumentou que proposta violaria a Constituição

| Atualizado em

O presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto de lei (PL) que dava prioridade a mulher chefe de família no pagamento do auxílio emergencial. Para barrar a aplicação da medida, prejudicando milhares de brasileiras, ele argumentou que a proposta não apresenta impacto orçamentário e financeiro, portanto, violaria a Constituição. 

Na prática, a justificativa não passa de um mero formalismo burocrático diante da importância do tema. O veto de Bolsonaro foi publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira (29). 

O projeto também estendia a pais solteiros a possibilidade de receberem duas cotas do auxílio em três prestações, desde que comprovassem ser os provedores de famílias monoparentais.

De acordo com a proposta, se houvesse informação conflitante entre mãe e pai, seria dada à mulher a preferência no recebimento de auxílio emergencial. A prioridade teria como base a autodeclaração na plataforma digital para concessão do auxílio, em caso de indicação do mesmo dependente. 

Dificuldades
A lei do auxílio emergencial prevê que o benefício de R$ 600 deve ser pago em dobro, ou seja, R$ 1,2 mil a mães que criam sozinhas os filhos. No entanto, muitas delas relataram que o CPF de seus filhos têm sido utilizados por outras pessoas. Na maior parte das vezes, pelo o pai das crianças para acesso ao benefício.

O texto iria ajudar a barrar essa irregularidade e obrigava a devolução dos valores sacados indevidamente pelo fraudador.

"Com essa decisão, Bolsonaro demostrou toda a sua incapacidade em entender a realidade de milhares de mulheres brasileiras, mães e chefes de família, que necessitam do auxílio durante a pandemia. Ele sempre menosprezou e colocou em risco a liberdade da mulher, não podemos aceitar, mais do que nunca, fora Bolsonaro", afirma a diretora do Sindicato Luciene Silva.


Metalúrgicos da GM podem receber até R$ 13 mil de PLR
Assembleia

Metalúrgicos da GM podem receber até R$ 13 mil de PLR

Trabalhadores também aprovaram abertura de PDV

Nesta quinta, tem assembleia para escolha de comissão eleitoral
Na sede

Nesta quinta, tem assembleia para escolha de comissão eleitoral

Evento dá início ao processo de eleição da diretoria do Sindicato

Trabalhadores da Cambará entram em greve por reajuste salarial e cancelamento de demissões
Paralisação

Trabalhadores da Cambará entram em greve por reajuste salarial e cancelamento de demissões

Mobilização começou na sexta-feira. A produção ficou parada por cerca de 30 minutos naquele dia

Metalúrgicos da Parker conquistam 3% de reajuste salarial e renovação de direitos
Campanha Salarial

Metalúrgicos da Parker conquistam 3% de reajuste salarial e renovação de direitos

Votação da Parker Filtros ocorreu de forma virtual. Já na Parker Hannifin, a assembleia foi presencial.

Assembleia de previsão orçamentária acontece no dia 30
Sindicato

Assembleia de previsão orçamentária acontece no dia 30

A reunião será às 17h30, na sede da entidade

Homem negro é espancado até a morte em supermercado
Racismo

Homem negro é espancado até a morte em supermercado

Crime aconteceu na véspera do Dia da Consciência Negra

Desigualdade entre brancos e negros é realidade cruel no Brasil
Dia da Consciência Negra

Desigualdade entre brancos e negros é realidade cruel no Brasil

Após 133 anos do fim da escravidão, o racismo ainda impõe condições de vida muito piores à população negra.

Metalúrgicos exigem melhores condições de trabalho na Cal Leve
Segurança no trabalho

Metalúrgicos exigem melhores condições de trabalho na Cal Leve

A principal queixa é em relação à falta de segurança

Documentário mostra drama de trabalhadores por trás de demissão em massa na Embraer
Estreia dia 19

Documentário mostra drama de trabalhadores por trás de demissão em massa na Embraer

São relatados casos de assédio, desrespeito a direitos trabalhistas e demissão de lesionados

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333