Manifesto

Proteger a vida, não a ganância. Fique em casa

Fórum de Lutas vai entrar com representação no MP para barrar reabertura do comércio

| Atualizado em

Comércio no calçadão é ponto de aglomeração
Comércio no calçadão é ponto de aglomeração

O prefeito de São José dos Campos-SP, Felicio Ramuth (PSDB), no dia de hoje (18.04.2020), repetindo a política de massacre de Bolsonaro, decretou a reabertura do comércio, de restaurantes, lojas, shoppings centers e vários outros serviços na cidade.

Contrariando recomendações mundiais das instituições de saúde, os governos de diversos países e até o seu próprio colega governador João Doria, Felício coloca em risco a vida de milhares de joseenses, ameaçando transformar a cidade no exemplo de todos que agora empilham corpos pelo mundo. Já vimos que isso não funciona; muitos países já fizeram esse teste e tiveram que retomar a quarentena.

Ao invés de investir no auxílio à população, com medidas que garantam a sobrevivência e saúde de todos, Felicio dá prioridade à ganância e ao lucro.

Nos próximos dias, enfrentaremos talvez o período mais difícil de nossas vidas. Os sindicatos, centrais sindicais e movimentos sociais do Vale do Paraíba se reuniram por videoconferência e deliberaram exigir que a prefeitura imediatamente:

- invista na ampliação dos leitos de UTI do SUS;

- distribua máscaras e equipamentos de proteção;

- amplie os testes acabando com a subnotificação;

- distribua cesta básica para todos que necessitem;

- garanta quarentena para professores e estagiários;

- intervenha para impor a produção de respiradores nas fábricas da região;

- garanta os empregos e a sobrevivência dos comerciantes, desempregados e informais, dando condições para a manutenção e reforço da quarentena. Ninguém deve passar fome ou morrer graças à ação desses políticos!

Exigimos que Felício Ramuth e o PSDB revoguem esse decreto imediatamente e assegurem TODOS OS MEIOS PARA REFORÇAR O ISOLAMENTO, em prol da proteção da vida de todos e não seja capacho da ganância de grandes empresários!

Entraremos com representação junto ao Ministério Público para intervir e barrar essa medida.

Conclamamos também todos os trabalhadores de serviços não essenciais a ignorarem o decreto e ficarem em casa, protegendo suas famílias. Os governos devem dar todas as condições para isso!

Todos os que morrerem em razão dessa política assassina e genocida estarão na conta da prefeitura e dos governos!

Assinam:

- CSP Conlutas - Vale do Paraíba

- Central Única dos Trabalhadores - Vale do Paraíba

- Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

- Sindicato dos Químicos de São José dos Campos e Região

- Sindicato dos Petroleiros de São José dos Campos e Região

- Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de São José dos Campos e Região - SEAAC

- Sindicato da Indústria de Alimentação de São José dos Campos

- Sindicato dos Trabalhadores da UNESP - SINTUNESP

- Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba

- Sindicato dos Bancários de São José dos Campos/UGT

- Sindicato dos Servidores de São José dos Campos

- Sindicato dos Correios - Vale do Paraíba

- Associação Democrática dos Aposentados e Pensionistas do Vale do Paraíba - ADMAP

- Coletivo Reviravolta na Educação - Professores

- Coletivo Rebeldia Vale - Juventude da Revolução Socialista

- Movimento Mulheres em Luta - MML Vale do Paraíba

- Luta Popular

- Juntos Vale - Coletivo de Juventude

- Emancipa Pinheirinho - Cursinho Popular da Rede Emancipa

- Juntas Vale - Coletivo Feminista

 


Em dia de novo protesto, demitidos da Embraer cobram Felicio fora do Paço Municipal
Luta pelo emprego

Em dia de novo protesto, demitidos da Embraer cobram Felicio fora do Paço Municipal

Trabalhadores e dirigente do Sindicato encontraram prefeito em praça da cidade

Metalúrgicos rejeitam proposta da Ericsson e aprovam aviso de greve
Campanha Salarial 2020

Metalúrgicos rejeitam proposta da Ericsson e aprovam aviso de greve

Sindicato e Ericsson deverão realizar uma nova rodada de negociação na próxima terça-feira (29)

Greve dos trabalhadores da MWL continua por preservação de empregos e direitos
Mobilização

Greve dos trabalhadores da MWL continua por preservação de empregos e direitos

Com dívida estimada em R$ 11 milhões, empresa pode ser despejada a partir do dia 10 de outubro

Sindicato mantém mobilização para cancelar demissões na JC Hitachi
Reintegração, já!

Sindicato mantém mobilização para cancelar demissões na JC Hitachi

Empresa dispensou 48 trabalhadores, no dia 17, sem negociação

Trabalhadores fazem nova manifestação contra fechamento da MWL
Em defesa dos empregos

Trabalhadores fazem nova manifestação contra fechamento da MWL

Empresa, Sindicato, prefeito e vereadores reúnem-se hoje, às 16h

Químicos da TI Brasil entram em greve por ampliação de benefícios
Apoio à luta

Químicos da TI Brasil entram em greve por ampliação de benefícios

Sindicato da categoria está em negociação com a empresa

Metalúrgicos da Gerdau têm de se mobilizar contra zero de reajuste
Campanha Salarial

Metalúrgicos da Gerdau têm de se mobilizar contra zero de reajuste

Somente a inflação do período é de 2,94%

Trabalhador da Embraer aprova calendário de mobilizações contra demissões
Em defesa dos empregos

Trabalhador da Embraer aprova calendário de mobilizações contra demissões

O primeiro ato será a participação na Marcha em defesa dos empregos na MWL, que irá ocorrer na quinta (24), às 8h, em...

TRT propõe cancelamento de demissões e abertura de layoff na Embraer
Audiência virtual

TRT propõe cancelamento de demissões e abertura de layoff na Embraer

Justiça deu prazo de uma semana para a empresa avaliar proposta ou apresentar uma alternativa de conciliação

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333