Coronavírus

Proposta de acordo apresentada pela Embraer vai para votação na terça-feira

Sindicato é contra, mas decisão final cabe aos trabalhadores

| Atualizado em

Trabalhador da Embraer em assembleia
Trabalhador da Embraer em assembleia - Foto: Roosevelt Cássio

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos vai levar para votação, nesta terça-feira (14), a proposta de acordo apresentada hoje pela Embraer. 

A proposta prevê a suspensão temporária de contratos de trabalho, por 60 dias, como forma de prevenção ao coronavírus. Nesse caso, haverá redução dos salários, conforme a faixa salarial, sendo:

- 82,5% do salário líquido para trabalhadores que tenham salário bruto atual de até R$ 3.000,00.
- 75% do salário líquido para trabalhadores que tenham salário bruto atual entre até R$ 3.000,01 e R$ 5.000,00
- 67,5% do salário líquido para trabalhadores que tenham salário bruto atual entre R$ 5.000,01 e R$ 12.000,00.
- 63,75% do salário líquido apurado para trabalhadores que tenham salário bruto atual acima de R$ 12.000,01.

O salário líquido refere-se ao salário bruto menos os descontos referentes ao INSS, Imposto de Renda e Embraerprev.

Home office
Já para aqueles que cumprirem home office, haverá redução de jornada com redução salarial de 25%, por 90 dias, mais complementação pelo Governo Federal (equivalente a 25% do seguro-desemprego), de acordo com a faixa salarial.

Aqueles que ficarem em atividade dentro da fábrica não sofrerão redução salarial nem de jornada. 

Garantia no emprego
Ficou garantida a estabilidade no emprego pelo período de quatro meses para todos os metalúrgicos. Nas categorias representadas por outros sindicatos (como engenheiros, por exemplo), a Embraer poderá demitir e indenizar os trabalhadores, já que não haverá estabilidade garantida. 

Para os que estiverem em regime de suspensão do contrato ou de redução de jornada e salário, a estabilidade será estendida ainda pelo período posterior equivalente ao prazo de duração do regime. 
Também reivindicada pelo Sindicato, ficou garantida a renovação dos direitos previstos na Convenção Coletiva. 

Negociações rompidas
A Embraer chegou a romper as negociações, na manhã desta segunda-feira, mas recuou e pediu a reabertura dos diálogos. Na parte da tarde, empresa e Sindicato voltaram a se reunir. 

Um dos motivos da ruptura foi a insistência da Embraer em manter mais de mil trabalhadores em atividade nas unidades de São José dos Campos, apesar da pandemia. Mesmo com a rejeição do Sindicato, a empresa manteve este ponto na proposta final. 

Cobrança aos governos
O Sindicato vai procurar o Governo do Estado e a Prefeitura de São José dos Campos para que cobrem isolamento social por parte da Embraer. Nesta terça-feira, há uma reunião agendada entre Sindicato e o prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth, às 9h, no Paço Municipal. 

Outro ponto que levou ao rompimento pela manhã foi a recusa da Embraer em garantir estabilidade no emprego. Após a retomada da negociação, a empresa recuou e incluiu quatro meses de estabilidade na proposta. 

Assembleia digital
A assembleia será das 13h de terça-feira (14) às 13h de quinta-feira (16). A votação será digital, a partir de um link que será disponibilizado na página no site do Sindicato (www.sindmetalsjc.org.br), que dará acesso à assembleia virtual. O sistema foi desenvolvido para que somente os trabalhadores da Embraer tenham acesso e votem apenas uma vez, com garantia de sigilo absoluto.

“O Sindicato não concorda com a proposta apresentada pela Embraer. A empresa tem total condição de garantir o salário de todos os trabalhadores, mesmo com a fábrica parada. Ainda assim, levaremos a proposta para votação. Aqui no Sindicato, quem decide são os trabalhadores”, afirma o diretor Herbert Claros.

Confira aqui os termos da proposta.

 


Após quatro dias de greve, metalúrgicos conquistam reajuste salarial e cancelamento de demissões
Vitória

Após quatro dias de greve, metalúrgicos conquistam reajuste salarial e cancelamento de demissões

Motivada pela proposta rebaixada apresentada pela empresa, a paralisação teve início na segunda-feira

Comissão define datas e regimento de eleição do Sindicato
Reunião

Comissão define datas e regimento de eleição do Sindicato

Documentos podem ser acessados no site

Por unanimidade, metalúrgicos elegem Comissão Eleitoral
Assembleia

Por unanimidade, metalúrgicos elegem Comissão Eleitoral

Grupo vai conduzir todo o processo de eleição da diretoria do Sindicato

Brasil está entre países com maior número de violência contra a mulher
25 de novembro

Brasil está entre países com maior número de violência contra a mulher

Somente em 2019, foram 1326 mortes provocadas pelo ódio ao sexo feminino

Assembleia de previsão orçamentária acontece no dia 30
Sindicato

Assembleia de previsão orçamentária acontece no dia 30

A reunião será às 17h30, na sede da entidade

Nesta quinta, tem assembleia para escolha de comissão eleitoral
Na sede

Nesta quinta, tem assembleia para escolha de comissão eleitoral

Evento dá início ao processo de eleição da diretoria do Sindicato

Metalúrgicos da GM podem receber até R$ 13 mil de PLR
Assembleia

Metalúrgicos da GM podem receber até R$ 13 mil de PLR

Trabalhadores também aprovaram abertura de PDV

Trabalhadores da Cambará entram em greve por reajuste salarial e cancelamento de demissões
Paralisação

Trabalhadores da Cambará entram em greve por reajuste salarial e cancelamento de demissões

Mobilização começou na sexta-feira. A produção ficou parada por cerca de 30 minutos naquele dia

Metalúrgicos da Parker conquistam 3% de reajuste salarial e renovação de direitos
Campanha Salarial

Metalúrgicos da Parker conquistam 3% de reajuste salarial e renovação de direitos

Votação da Parker Filtros ocorreu de forma virtual. Já na Parker Hannifin, a assembleia foi presencial.

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333