Em defesa dos empregos

Metalúrgicos defendem pressão popular contra fechamento da Ford

Assembleias ocorreram em cinco fábricas de São José dos Campos e Jacareí


Trabalhadores durante assembleia na TI Automotive
Trabalhadores durante assembleia na TI Automotive - Foto: Roosevelt Cassio/Sindmetalsjc

O Dia Nacional de Luta contra o fechamento da Ford no Brasil começou ainda de madrugada, nesta quinta-feira (21), com assembleias em cinco fábricas de São José dos Campos e Jacareí. 

O recado foi claro: os metalúrgicos defendem que a população também se some à luta pela permanência das fábricas da montadora no país.

Houve assembleias na TI Automotive, Parker Filtros, Ericsson e Eaton, em São José dos Campos, e na Ball, em Jacareí, somando cerca de 1.500 trabalhadores. Foi aprovado o apoio e solidariedade aos companheiros da Ford de Taubaté e das outras fábricas da montadora no país. 

Foram 5 mil trabalhadores diretos que perderam seus empregos, com o fechamento das unidades em Taubaté, Camaçari (BA) e Horizonte (CE), o que afetará também outros setores da economia dessas cidades.

“Esta é uma luta em defesa dos empregos, que tem de unir todos os trabalhadores e a população em geral. É preciso haver uma forte pressão popular sobre os governos e a própria Ford para que se reverta essa medida cruel tomada pela multinacional”, disse o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves, em assembleia na TI Automotive.

Embora não tenha a representatividade sobre os trabalhadores da Ford no Brasil, o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos defende que as entidades que desempenham esse papel devem propor para suas bases a ocupação da fábrica como forma de pressionar a montadora a não sair do país. 

Desindustrialização
O fechamento da montadora também traz à tona a discussão sobre o processo de desindustrialização no país. 

“Do ponto de vista econômico, a fuga de indústrias para outros países é um desastre para a classe trabalhadora. Se voltarmos a ser meros exportadores de grãos e minérios, os empregos não se sustentarão”, afirmou o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida.  

“Depois de todos os benefícios fiscais recebidos do governo ao longo desses anos, a Ford simplesmente dá as costas para os trabalhadores. Não podemos permitir que nossos companheiros percam seus empregos para que os lucros da montadora sejam preservados. É por isso que defendemos a estatização das fábricas e que sejam controladas pelos próprios trabalhadores”, afirmou o diretor do Sindicato Nilson Ferreira Leite, durante assembleia na Ball.


Pela vida, é hora de parar tudo e exigir vacina, já!
Coronavírus

Pela vida, é hora de parar tudo e exigir vacina, já!

Diante do agravamento da crise do coronavírus no país, é hora de pararmos tudo e exigirmos vacina para todos, já! Por...

Metalúrgicos da Ericsson conquistam PLR 10% maior
Participação nos Lucros

Metalúrgicos da Ericsson conquistam PLR 10% maior

Trabalhadores cão receber R$ 7.700 em uma única parcela

Por falta de peças, GM anuncia layoff em São José dos Campos
Empregos

Por falta de peças, GM anuncia layoff em São José dos Campos

Sindicato apresentará proposta aos trabalhadores nesta terça-feira (2)

Jurídico do Sindicato garante reintegração de trabalhador da Parker Hannifin
Ação judicial

Jurídico do Sindicato garante reintegração de trabalhador da Parker Hannifin

Sandro Yoshio Ueno foi demitido irregularmente, em dezembro de 2019

Mulheres na luta pela vida! Fora Bolsonaro, vacina para toda população e auxílio emergencial, já!
Manifesto

Mulheres na luta pela vida! Fora Bolsonaro, vacina para toda população e auxílio emergencial, já!

Basta de machismo, racismo, LGBTfobia e todas as formas de violência!

Confira o resultado da eleição da nova diretoria do Sindicato em cada fábrica
Categoria vota

Confira o resultado da eleição da nova diretoria do Sindicato em cada fábrica

A Chapa 1 (CSP-Conlutas) obteve 95,44% dos votos na eleição para a diretoria que vai comandar o Sindicato nos próximos...

Com 95% dos votos, metalúrgicos reelegem CSP-Conlutas para direção do Sindicato
Gestão 2021-24

Com 95% dos votos, metalúrgicos reelegem CSP-Conlutas para direção do Sindicato

Foi contabilizado um total de 5.110 votos, sendo considerados válidos 5.061

Mais um aumento: Petrobras anuncia novo reajuste na gasolina e diesel
Seu bolso

Mais um aumento: Petrobras anuncia novo reajuste na gasolina e diesel

Já é o quinto aumento consecutivo neste ano

Eleição do Sindicato tem último dia nesta sexta-feira
Metalúrgico decide

Eleição do Sindicato tem último dia nesta sexta-feira

Pleito, que tem apenas a Chapa 1 concorrendo, definirá o comando do Sindicato nos próximos três anos

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333