Em defesa dos empregos

Em carta à Mafersa, metalúrgicos mostram interesse no controle da MWL

Sindicato e uma comissão de trabalhadores também pedem o agendamento de uma reunião com os representantes da Mafersa.


Trabalhador da MWL durante a ocupação da fábrica
Trabalhador da MWL durante a ocupação da fábrica - Foto: Roosevelt Cássio

Na luta pela manutenção dos postos de trabalho na MWL, o Sindicato enviou uma carta à direção da Mafersa para comunicar o interesse dos trabalhadores em assumir a produção da fábrica, caso o despejo seja consumado. 

Dona das instalações, a Mafersa é a requerente da ordem de despejo que pode ser entregue a qualquer momento à MWL. O motivo da ação na justiça é o não pagamento de 18 meses de aluguel pelo grupo chinês que administra a fábrica. 

A MWL emprega 237 funcionários e seu fechamento traria impacto social e econômico para Caçapava. A saída defendida pelo Sindicato é o controle da fábrica pelos trabalhadores.

“Somos capazes de dar continuidade às atividades da fábrica e, mais do que isso, podemos devolver seu papel de destaque na economia regional.  Trabalhadores já cuidaram desse patrimônio em anos anteriores e podemos fazê-lo outra vez. Estamos prontos para assumir essa importante tarefa”, afirma o documento.

O Sindicato e uma comissão de trabalhadores pedem o agendamento de uma reunião com os representantes da Mafersa. 

“Desde o início da nossa luta, nossa principal preocupação é a preservação do emprego. Se a MWL tiver que deixar a administração da fábrica, os trabalhadores têm condições de assumir”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida.

Confira a carta na íntegra:

Os trabalhadores da MWL passam por um momento de extrema gravidade. A ordem de despejo em curso movida pela Mafersa pode levar ao fechamento da fábrica em Caçapava e à consequente perda de 237 postos de trabalho diretos. Esta é uma situação que precisa ser evitada.

A MWL tem grande importância para a cidade de Caçapava. Como única fabricante de rodas e eixos ferroviários forjados da América Latina, a empresa goza de excelentes perspectivas de mercado. 

Diante desse quadro, os trabalhadores manifestam interesse em assumir a produção da fábrica, caso o despejo seja de fato consumado. Somos testemunhas da boa saúde financeira vivida pela MWL, que mantém contratos com clientes de notoriedade internacional. 

Somos capazes de dar continuidade às atividades da fábrica e, mais do que isso, podemos devolver seu papel de destaque na economia regional.  Trabalhadores já cuidaram desse patrimônio em anos anteriores e podemos fazê-lo outra vez. Estamos prontos para assumir essa importante tarefa. 

Para mais esclarecimentos, reivindicamos o agendamento de uma reunião o mais rápido possível. 

Atenciosamente,


Após quatro dias de greve, metalúrgicos conquistam reajuste salarial e cancelamento de demissões
Vitória

Após quatro dias de greve, metalúrgicos conquistam reajuste salarial e cancelamento de demissões

Motivada pela proposta rebaixada apresentada pela empresa, a paralisação teve início na segunda-feira

Comissão define datas e regimento de eleição do Sindicato
Reunião

Comissão define datas e regimento de eleição do Sindicato

Documentos podem ser acessados no site

Por unanimidade, metalúrgicos elegem Comissão Eleitoral
Assembleia

Por unanimidade, metalúrgicos elegem Comissão Eleitoral

Grupo vai conduzir todo o processo de eleição da diretoria do Sindicato

Brasil está entre países com maior número de violência contra a mulher
25 de novembro

Brasil está entre países com maior número de violência contra a mulher

Somente em 2019, foram 1326 mortes provocadas pelo ódio ao sexo feminino

Assembleia de previsão orçamentária acontece no dia 30
Sindicato

Assembleia de previsão orçamentária acontece no dia 30

A reunião será às 17h30, na sede da entidade

Nesta quinta, tem assembleia para escolha de comissão eleitoral
Na sede

Nesta quinta, tem assembleia para escolha de comissão eleitoral

Evento dá início ao processo de eleição da diretoria do Sindicato

Metalúrgicos da GM podem receber até R$ 13 mil de PLR
Assembleia

Metalúrgicos da GM podem receber até R$ 13 mil de PLR

Trabalhadores também aprovaram abertura de PDV

Trabalhadores da Cambará entram em greve por reajuste salarial e cancelamento de demissões
Paralisação

Trabalhadores da Cambará entram em greve por reajuste salarial e cancelamento de demissões

Mobilização começou na sexta-feira. A produção ficou parada por cerca de 30 minutos naquele dia

Metalúrgicos da Parker conquistam 3% de reajuste salarial e renovação de direitos
Campanha Salarial

Metalúrgicos da Parker conquistam 3% de reajuste salarial e renovação de direitos

Votação da Parker Filtros ocorreu de forma virtual. Já na Parker Hannifin, a assembleia foi presencial.

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333