Coronavírus

Após paralisação contra covid-19, trabalhadores da Ball conquistam estabilidade e melhores condições de trabalho

Assembleia que decretou retorno foi realizada neste sábado (30)


Trabalhadores da Ball em assembleia
Trabalhadores da Ball em assembleia - Foto: Roosevelt Cássio

Os metalúrgicos da Ball, em Jacareí, retornaram ao trabalho neste sábado (30), após aprovarem em assembléia o acordo assinado entre o Sindicato e a fabricante de latas. A paralisação dos trabalhadores, que durou 21 dias, exigia melhores condições de trabalho frente aos casos de covid-19 registrados na empresa. 

Após uma série de negociações, que contou com a mediação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) – 15ª Região, de Campinas, os companheiros conquistaram:

- Testagem de todos os trabalhadores, incluindo os terceirizados;
- Seis meses de estabilidade no emprego;
- Reuniões semanais com a Cipa para a discussão da prevenção ao novo coronavírus;
- Transporte de, no máximo, seis trabalhadores em cada veículo;
- Treinamento e medida de prevenção, como higienização e utilização correta dos EPI’s.

Todos que retornaram à fábrica realizaram testes para a detecção do vírus anteriormente. Uma nova assembléia será realizada com os trabalhadores do segundo turno na tarde de hoje. Atualmente, a Ball conta com 180 trabalhadores diretos e mais 100 indiretos.

Na última semana de paralisação, o Sindicato fiscalizou todo o processo de logística e expedição das mercadorias que já haviam sido produzidas. A atuação foi conquistada na justiça e mostra que o controle operário do processo é a melhor solução para garantir a saúde de todos.

Relembre o caso
A Ball foi uma das primeiras empresas da região a confirmar casos de covid-19 em suas instalações. Diante desse cenário, o Sindicato entrou com uma liminar na Justiça, exigindo a suspensão das atividades na fábrica. O TRT referendou o pedido do Sindicato, mas a empresa somente suspendeu a produção, após o Tribunal estabelecer uma multa diária de R$ 500 mil.

Quarentena geral, já!
Mesmo ainda longe do pico da pandemia, o Brasil registra mais de 28 mil mortos pela covid-19. O número o coloca entre os mais afetados em todo o mundo. Por isso, o Sindicato continua defendendo a quarentena geral, com licença remunerada, para todos os trabalhadores, exceto os considerados essenciais.

Lamentavelmente, o comportamento negacionista de Jair Bolsonaro só agrava esta situação. Por isso, o Sindicato e a CSP-Conlutas reforçam o chamado pela saída do presidente e convidam os trabalhadores a aderirem à campanha nacional “30 dias de quarentena, já. Fora Bolsonaro e Mourão”,  lançada na última semana. 

 “Esta foi uma importante vitória dos trabalhadores da Ball. Principalmente, a estabilidade de seis meses em meio à pandemia. Foi fundamental a mobilização de todos e o Sindicato continuará na linha de frente em defesa da vida do trabalhador. Em nossa opinião a vida virá sempre a frente do lucro”, afirma o diretor do Sindicato Célio Dias.


Em dia de novo protesto, demitidos da Embraer cobram Felicio fora do Paço Municipal
Luta pelo emprego

Em dia de novo protesto, demitidos da Embraer cobram Felicio fora do Paço Municipal

Trabalhadores e dirigente do Sindicato encontraram prefeito em praça da cidade

Metalúrgicos rejeitam proposta da Ericsson e aprovam aviso de greve
Campanha Salarial 2020

Metalúrgicos rejeitam proposta da Ericsson e aprovam aviso de greve

Sindicato e Ericsson deverão realizar uma nova rodada de negociação na próxima terça-feira (29)

Greve dos trabalhadores da MWL continua por preservação de empregos e direitos
Mobilização

Greve dos trabalhadores da MWL continua por preservação de empregos e direitos

Com dívida estimada em R$ 11 milhões, empresa pode ser despejada a partir do dia 10 de outubro

Sindicato mantém mobilização para cancelar demissões na JC Hitachi
Reintegração, já!

Sindicato mantém mobilização para cancelar demissões na JC Hitachi

Empresa dispensou 48 trabalhadores, no dia 17, sem negociação

Trabalhadores fazem nova manifestação contra fechamento da MWL
Em defesa dos empregos

Trabalhadores fazem nova manifestação contra fechamento da MWL

Empresa, Sindicato, prefeito e vereadores reúnem-se hoje, às 16h

Químicos da TI Brasil entram em greve por ampliação de benefícios
Apoio à luta

Químicos da TI Brasil entram em greve por ampliação de benefícios

Sindicato da categoria está em negociação com a empresa

Metalúrgicos da Gerdau têm de se mobilizar contra zero de reajuste
Campanha Salarial

Metalúrgicos da Gerdau têm de se mobilizar contra zero de reajuste

Somente a inflação do período é de 2,94%

Trabalhador da Embraer aprova calendário de mobilizações contra demissões
Em defesa dos empregos

Trabalhador da Embraer aprova calendário de mobilizações contra demissões

O primeiro ato será a participação na Marcha em defesa dos empregos na MWL, que irá ocorrer na quinta (24), às 8h, em...

TRT propõe cancelamento de demissões e abertura de layoff na Embraer
Audiência virtual

TRT propõe cancelamento de demissões e abertura de layoff na Embraer

Justiça deu prazo de uma semana para a empresa avaliar proposta ou apresentar uma alternativa de conciliação

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333