Jurídico

Johnson Controls Hitachi é condenada por conduta antissindical

Justiça determinou que a fábrica libere a entrada do presidente do Sindicato e trabalhador da fábrica, Weller Gonçalves,

| Atualizado em

Weller discursa aos trabalhadores da JC Hitachi
Weller discursa aos trabalhadores da JC Hitachi

A Justiça do Trabalho determinou, nessa segunda-feira (4), que a Johnson Controls Hitachi libere a entrada do presidente do Sindicato e trabalhador da fábrica, Weller Gonçalves, nas dependências da planta. A empresa vinha proibindo o acesso do dirigente às áreas de produção, desde julho de 2019, o que foi considerado pela Justiça como conduta antissindical.

A decisão, em primeira instância, foi resultado de uma ação movida pelo Sindicato diante da recusa da Johnson Controls Hitachi em cumprir o Termo de Acordo de Liberação de Empregado para Atividade Sindical. 

A juíza Siumara Junqueira de Oliveira, da 3ª Vara do Trabalho de São José dos Campos, considerou que a empresa não tem o direito de impedir o acesso de Weller às dependências da fábrica. Pelo Termo de Acordo assinado anteriormente, o dirigente poderia entrar a cada 15 dias para exercer as atividades sindicais. 

Segundo a juíza, a conduta da empresa tem o objetivo de colocar obstáculos no exercício do mandato sindical. Ela observou ainda que a empresa não relatou nenhum fato praticado por Weller que pudesse “causar prejuízos nas atividades laborais na área produtiva”.

A empresa foi condenada a pagar uma multa ao presidente do Sindicato pelo descumprimento do acordo. Caso não acate a decisão, será aplicada nova multa.

Perseguição
Desde que assumiu seu mandato como diretor do Sindicato, em 2015, Weller vem sendo perseguido pela antiga Hitachi. A empresa tentou até mesmo criminalizar sua atuação na organização de greves. Houve ainda tentativas de impedir a distribuição do Jornal do Metalúrgico e a realização de assembleias na fábrica.

Em 2016, quando aconteceu a fusão entre Johnson Controls e Hitachi, a nova direção da fábrica se comprometeu a ter uma conduta diferente da anterior. O que se viu, entretanto, foi exatamente o contrário. As perseguições e tentativas de barrar as atividades do Sindicato na fábrica só aumentaram.

“Para exercer um mandato combativo, como deve ser, o dirigente sindical tem de estar o máximo possível junto dos trabalhadores, dentro da fábrica. O Sindicato sempre se posicionou contra qualquer tentativa de patrões em nos afastar da nossa base. Essa vitória sobre a Johnson Controls Hitachi é um recado para as outras empresas que queiram repetir esse tipo de conduta”, afirma Weller.


Em plena pandemia, Embraer anuncia PDV
Absurdo

Em plena pandemia, Embraer anuncia PDV

Embraer comunicou ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, nesta quinta-feira (2)

Subsedes e Jurídico retomam atendimento com horário especial
Pandemia

Subsedes e Jurídico retomam atendimento com horário especial

Devido à pandemia, os horários e dias serão reduzidos

População negra e pobre é a mais afetada pela covid-19
Crise do coronavírus

População negra e pobre é a mais afetada pela covid-19

Dados apontam que em bairros mais pobres a contaminação pelo coronavírus chega a ser 2,5 vezes maior

Com greve nacional, entregadores denunciam precarização do trabalho
Breque dos apps

Com greve nacional, entregadores denunciam precarização do trabalho

Foram registradas mobilizações em pelo menos 13 capitais e no Distrito Federal

Metalúrgicos da Panasonic definem reivindicações de PLR e reajuste salarial
Participação nos lucros

Metalúrgicos da Panasonic definem reivindicações de PLR e reajuste salarial

Negociações entre empresa e Sindicato continuam

Proposta de PLR da Prolind e Movent é rejeitada pela segunda vez
Decisão dos trabalhadores

Proposta de PLR da Prolind e Movent é rejeitada pela segunda vez

Empresas também querem empurrar zero de aumento real na Campanha Salarial

Ações contra perda do FGTS
ATENÇÃO

Ações contra perda do FGTS

Muitas informações estão circulando nas redes sociais sobre as ações contra as perdas no Fundo de Garantia por Tempo...

Maioria dos que recebem auxílio emergencial reprova Bolsonaro na pandemia
Crise do coronavírusus

Maioria dos que recebem auxílio emergencial reprova Bolsonaro na pandemia

49% classificam a atuação do presidente como ruim ou péssima

Metalúrgicos vão à luta e exigem abertura das negociações da PLR 2020
Mobilização

Metalúrgicos vão à luta e exigem abertura das negociações da PLR 2020

Fábricas seguem produzindo normalmente e devem pagar o benefício

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333