Paralisação

Metalúrgicos da Wirex Cable continuam em greve por salários e direitos

No oitavo dia de greve, produção permanece 100% parada

| Atualizado em

Reunião entre Sindicato e prefeito Celso Simão
Reunião entre Sindicato e prefeito Celso Simão

A greve na Wirex Cable, em Santa Branca, entra em seu oitavo dia, nesta quinta-feira (7), com toda força. A produção permanece 100% parada. Em total desrespeito à própria legislação trabalhista, a Wirex continua com o pagamento dos salários, FGTS e INSS em atraso.

A direção da empresa divulgou um comunicado aos trabalhadores, na quarta-feira (6), em que afirma não reconhecer a paralisação como legítima – desconsiderando, portanto, o direito à greve previsto na Constituição Federal.

No mesmo dia em que soltou o comunicado, a Wirex faltou à reunião convocada pela Prefeitura de Santa Branca, reforçando assim sua postura autoritária, intransigente e avessa às negociações. Deveriam participar representantes da Prefeitura, Câmara Municipal, Sindicato e empresa. Todos compareceram, exceto a Wirex.

IPTU suspenso e cesta básica
No encontro, o Sindicato e uma comissão de trabalhadores relataram todas as irregularidades cometidas pela fábrica e as dificuldades pelas quais os funcionários estão passando. Por estarem com os salários atrasados, reivindicaram que a Prefeitura fizesse a doação de cestas básicas e suspendesse a cobrança de impostos dos trabalhadores.

O prefeito Celso Simão Leite afirmou que vai suspender a cobrança do IPTU enquanto os salários não estiverem regularizados. Também serão doadas 15 cestas básicas, a serem divididas entre os trabalhadores.

“A postura da direção da Wirex Cable é lamentável e merece todo nosso repúdio. A empresa está desrespeitando os trabalhadores, o Sindicato, o poder público e a legislação. Esta greve é legítima e só vai ser encerrada quando os trabalhadores estiverem com todos os seus direitos regularizados”, afirma o diretor do Sindicato Nilson Ferreira Leite.


Carta aos trabalhadores da Embraer

Carta aos trabalhadores da Embraer

Mais uma vez Boeing mostra a que veio

Congresso promulga reforma da Previdência que ataca direito à aposentadoria
Virou lei

Congresso promulga reforma da Previdência que ataca direito à aposentadoria

Entre outros ataques, reforma impõe idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres

Unidade de ação contra o golpe militar na Bolívia! Por eleições livres, já!
Nota CSP-Conlutas

Unidade de ação contra o golpe militar na Bolívia! Por eleições livres, já!

Central manifesta seu posicionamento sobre situação no país vizinho

Metalúrgicos da Delta aprovam acordo de PLR
Participação nos Lucros

Metalúrgicos da Delta aprovam acordo de PLR

O pagamento do benefício será realizado ainda neste mês

Bolsonaro taxa desempregado para dar isenção de imposto a patrão
Ataque aos direitos

Bolsonaro taxa desempregado para dar isenção de imposto a patrão

Medida Provisória (MP) 905 prevê o desconto de uma taxa de 7,5% de todos que recebem o seguro-desemprego

Governo Bolsonaro reduz direitos trabalhistas para jovens
Novo programa

Governo Bolsonaro reduz direitos trabalhistas para jovens

Pacote de medidas promete gerar empregos, mas, na verdade, é um atentado contra o povo.

Na Metinjo, trabalhadores conquistam reajuste salarial e renovação de direitos
Campanha Salarial

Na Metinjo, trabalhadores conquistam reajuste salarial e renovação de direitos

Os salários foram reajustados acima da inflação do período

Metalúrgicos da Mirage conseguem 4,5% de reajuste e renovação de direitos
Campanha Salarial

Metalúrgicos da Mirage conseguem 4,5% de reajuste e renovação de direitos

As negociações foram direto entre Sindicato e empresa

Sem proposta da Wirex Cable, trabalhadores completam duas semanas em greve
Paralisação

Sem proposta da Wirex Cable, trabalhadores completam duas semanas em greve

Entre as reivindicações dos trabalhadores está a volta de direitos e benefícios retirados arbitrariamente pela empresa

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333