Vergonha

Embraer vai pagar a segunda menor PLR do setor aeronáutico da região

Os trabalhadores receberão R$ 698 mais 6,94% sobre o salário


A Embraer anunciou o valor da primeira parcela da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) 2019. Os trabalhadores receberão R$ 698 mais 6,94% sobre o salário. Esta é a segunda menor PLR entre as fábricas do setor aeronáutico na região. O comunicado foi feito pela empresa na segunda-feira (14).

O pagamento será no dia 31, num total de R$ 25,6 milhões, e foi calculado com base em 8,5% sobre a projeção do lucro operacional da Embraer.

Com esta fórmula, um trabalhador que tenha um salário de R$ 4.000 (salário médio da produção) receberá R$ 975 nesta primeira parcela – equivalente a 40% do total a ser pago. O restante será pago em abril de 2020.

No setor aeronáutico da região, quase todas as fábricas pagaram valor superior ao da Embraer. No grupo Sonaca e na Latecoere, o benefício foi de R$ 3.300. Além disso, na Zodiac pode chegar a R$ 2.400. Somente a Winnstal pagou um valor inferior: R$ 450.

Mesmo considerando que esta é apenas a primeira parcela da PLR na Embraer, o valor total médio não deve ser superior a R$ 2 mil.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos defende que a PLR seja igual para todos os funcionários da Embraer.

“Ano após ano, a empresa desrespeita os trabalhadores com uma das PLRs mais baixas da categoria metalúrgica. É inadmissível que uma das principais indústrias do país pague um valor tão baixo”, afirma o diretor do Sindicato Herbert Claros.

Demissões e direitos
Em resposta ao pedido do Sindicato para agendamento de reunião com o presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto, a direção da empresa afirmou nesta segunda-feira que não há tempo na agenda do executivo.

O Sindicato solicitou a reunião para cobrar explicações sobre as demissões que estão acontecendo na fábrica e a tentativa da Embraer em reduzir direitos dos trabalhadores, que estão em Campanha Salarial.

Além disso, a empresa anunciou férias coletivas para todos os funcionários no Brasil em janeiro de 2020. O anúncio causou apreensão entre os trabalhadores, que esperam a abertura de diálogo entre empresa e Sindicato.

Esta é a segunda vez este ano que o presidente da Embraer se recusa a atender os trabalhadores, reforçando sua política antissindical.

As demissões, férias coletivas e planos para redução de direitos vão na contramão do discurso feito pela Embraer e Boeing durante a transação comercial para a venda da empresa brasileira. Repetidas vezes, os representantes das duas empresas afirmaram que a venda não prejudicaria os trabalhadores.


Em plena pandemia, Embraer anuncia PDV
Absurdo

Em plena pandemia, Embraer anuncia PDV

Embraer comunicou ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, nesta quinta-feira (2)

Subsedes e Jurídico retomam atendimento com horário especial
Pandemia

Subsedes e Jurídico retomam atendimento com horário especial

Devido à pandemia, os horários e dias serão reduzidos

População negra e pobre é a mais afetada pela covid-19
Crise do coronavírus

População negra e pobre é a mais afetada pela covid-19

Dados apontam que em bairros mais pobres a contaminação pelo coronavírus chega a ser 2,5 vezes maior

Com greve nacional, entregadores denunciam precarização do trabalho
Breque dos apps

Com greve nacional, entregadores denunciam precarização do trabalho

Foram registradas mobilizações em pelo menos 13 capitais e no Distrito Federal

Metalúrgicos da Panasonic definem reivindicações de PLR e reajuste salarial
Participação nos lucros

Metalúrgicos da Panasonic definem reivindicações de PLR e reajuste salarial

Negociações entre empresa e Sindicato continuam

Proposta de PLR da Prolind e Movent é rejeitada pela segunda vez
Decisão dos trabalhadores

Proposta de PLR da Prolind e Movent é rejeitada pela segunda vez

Empresas também querem empurrar zero de aumento real na Campanha Salarial

Ações contra perda do FGTS
ATENÇÃO

Ações contra perda do FGTS

Muitas informações estão circulando nas redes sociais sobre as ações contra as perdas no Fundo de Garantia por Tempo...

Maioria dos que recebem auxílio emergencial reprova Bolsonaro na pandemia
Crise do coronavírusus

Maioria dos que recebem auxílio emergencial reprova Bolsonaro na pandemia

49% classificam a atuação do presidente como ruim ou péssima

Metalúrgicos vão à luta e exigem abertura das negociações da PLR 2020
Mobilização

Metalúrgicos vão à luta e exigem abertura das negociações da PLR 2020

Fábricas seguem produzindo normalmente e devem pagar o benefício

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333