Previdência

Contra trabalhadores, Câmara aprova reforma em primeiro turno

Nesta sexta-feira, vai ser dia de luta em defesa da aposentadoria


A Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno, na noite dessa quarta-feira (10), o texto principal da reforma da Previdência. Foram 379 votos a favor e 131 contra. Eram necessários pelo menos 308 votos para aprovação.

O texto ainda pode ser modificado. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, marcou para esta quinta-feira a votação de destaques (propostas de mudanças) a serem apresentados pelos deputados.

Com a votação dos destaques concluída, o projeto segue para votação em segundo turno – o que pode acontecer ainda esta semana, antes de ir para o Senado.

A aprovação da reforma da Previdência é um severo ataque aos direitos dos trabalhadores. Com falsos discursos em defesa do Brasil, os deputados que votaram a favor condenaram milhares de brasileiros a trabalharem até morrer.

Entre os deputados que votaram a favor está o ex-prefeito de São José dos Campos Eduardo Cury (PSDB). Confira aqui como votou cada deputado e lembre-se disso na próxima eleição.

“Esses deputados traíram os trabalhadores ao dar seu voto a favor da reforma. Se a PEC for consumada em segundo turno e pelo Senado, o direito à aposentadoria será definitivamente sepultado. Mas não vamos jogar a toalha. Esta sexta-feira será mais um dia de luta contra a reforma. Vamos às ruas dizer não a esse crime que está prestes a ser cometido contra os trabalhadores”, afirma o secretário-geral do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Dia de luta
A sexta-feira será um dia nacional da luta contra a reforma da Previdência. Haverá manifestações pelo país, com a realização de assembleias, coleta de abaixo-assinado contra a reforma e protestos nos estados.

Em São José dos Campos, haverá assembleias em fábricas e um ato, às 10h, na Praça Afonso Pena.

Compra de votos
Para afagar deputados e garantir a aprovação da reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) lá liberou mais de R$ 1 bilhão em emendas parlamentares. Com isso, Bolsonaro usa da velha prática do “toma lá dá cá” que tanto criticou durante sua campanha eleitoral.

 


Em plena pandemia, Embraer anuncia PDV
Absurdo

Em plena pandemia, Embraer anuncia PDV

Embraer comunicou ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, nesta quinta-feira (2)

Subsedes e Jurídico retomam atendimento com horário especial
Pandemia

Subsedes e Jurídico retomam atendimento com horário especial

Devido à pandemia, os horários e dias serão reduzidos

População negra e pobre é a mais afetada pela covid-19
Crise do coronavírus

População negra e pobre é a mais afetada pela covid-19

Dados apontam que em bairros mais pobres a contaminação pelo coronavírus chega a ser 2,5 vezes maior

Com greve nacional, entregadores denunciam precarização do trabalho
Breque dos apps

Com greve nacional, entregadores denunciam precarização do trabalho

Foram registradas mobilizações em pelo menos 13 capitais e no Distrito Federal

Metalúrgicos da Panasonic definem reivindicações de PLR e reajuste salarial
Participação nos lucros

Metalúrgicos da Panasonic definem reivindicações de PLR e reajuste salarial

Negociações entre empresa e Sindicato continuam

Proposta de PLR da Prolind e Movent é rejeitada pela segunda vez
Decisão dos trabalhadores

Proposta de PLR da Prolind e Movent é rejeitada pela segunda vez

Empresas também querem empurrar zero de aumento real na Campanha Salarial

Ações contra perda do FGTS
ATENÇÃO

Ações contra perda do FGTS

Muitas informações estão circulando nas redes sociais sobre as ações contra as perdas no Fundo de Garantia por Tempo...

Maioria dos que recebem auxílio emergencial reprova Bolsonaro na pandemia
Crise do coronavírusus

Maioria dos que recebem auxílio emergencial reprova Bolsonaro na pandemia

49% classificam a atuação do presidente como ruim ou péssima

Metalúrgicos vão à luta e exigem abertura das negociações da PLR 2020
Mobilização

Metalúrgicos vão à luta e exigem abertura das negociações da PLR 2020

Fábricas seguem produzindo normalmente e devem pagar o benefício

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333