Ataque aos direitos

Bolsonaro taxa desempregado para dar isenção de imposto a patrão

Medida Provisória (MP) 905 prevê o desconto de uma taxa de 7,5% de todos que recebem o seguro-desemprego


Seguro-desemprego será taxado em 7,5%
Seguro-desemprego será taxado em 7,5%

O governo Jair Bolsonaro quer que o trabalhador desempregado sustente o novo programa de geração de empregos para jovens anunciado na segunda-feira (11) e já em vigor.

A Medida Provisória (MP) 905 prevê o desconto de uma taxa de 7,5% de todos que recebem o seguro-desemprego. A quantia será destinada à Previdência e o tempo de recebimento do benefício passará a contar para o cálculo da aposentadoria.

Ao taxar os desempregados, o Palácio do Planalto busca compensar a perda de arrecadação com as vantagens dadas aos patrões. Idealizado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, o plano batizado como “Contrato de Trabalho Verde e Amarelo” isenta os empresários da contribuição ao INSS para funcionários de 18 a 29 anos em seu primeiro emprego. Com isso, as empresas não precisarão pagar ao governo a alíquota de 20% sobre a folha de pagamento. 

A isenção para os patrões geraria um déficit de R$ 10 bilhões aos cofres públicos. A solução encontrada pelo governo, então, é um verdadeiro deboche com a população, uma vez que estima-se que a taxação do seguro-desemprego injete R$ 12 bilhões no Tesouro. Ou seja, a garfada no bolso dos desempregados ainda vai gerar "lucro" de R$ 2 bilhões.

A nova taxa sobre o seguro-desemprego começará a valer em 90 dias. 

“É mais uma proposta absurda desse governo inimigo dos trabalhadores. Onde já se viu penalizar ainda mais os milhões de irmãos desempregados? Só com a população na rua poderemos barrar essa série de ataques de Bolsonaro. Façamos do Brasil um novo Chile”, defende o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida.


13º dos metalúrgicos injeta R$ 222 milhões na região
Economia

13º dos metalúrgicos injeta R$ 222 milhões na região

Levantamento inclui as cinco cidades de abrangência do Sindicato

Trabalhadores do setor aeronáutico protestam contra a MP 905
Mobilização

Trabalhadores do setor aeronáutico protestam contra a MP 905

Mobilização integra a Jornada de Lutas por Emprego e Direitos, convocada pelas centrais sindicais

Sindicato alerta clientes da Embraer sobre condições de trabalho na fábrica
Pela renovação de direitos

Sindicato alerta clientes da Embraer sobre condições de trabalho na fábrica

Desde 2018, empresa se recusa a renovar os direitos trabalhistas previstos na CCT

Festival de fim de ano dos metalúrgicos será neste domingo
Não perca!

Festival de fim de ano dos metalúrgicos será neste domingo

Nesta edição, serão sorteados 130 prêmios, incluindo um carro Onix e duas motos

Último Samba Democrático do ano será neste sábado, com Vem pro Meu Mundo
Lazer

Último Samba Democrático do ano será neste sábado, com Vem pro Meu Mundo

Também haverá aulas gratuitas de dança com o grupo Samba Rock

Centrais sindicais iniciam nesta terça Jornada de Lutas por Empregos e Direitos
Contra MP 905

Centrais sindicais iniciam nesta terça Jornada de Lutas por Empregos e Direitos

Em nossa região, atividades estão marcadas para quinta-feira

Empresas de ônibus de São José pedem tarifa de até R$ 6,22
Absurdo

Empresas de ônibus de São José pedem tarifa de até R$ 6,22

As empresas que operam no transporte público de São José dos Campos solicitaram ao governo Felicio Ramuth (PSDB) um...

Metalúrgicos protestam contra MP 905 e cortes de direitos
Dia Nacional de Mobilizações

Metalúrgicos protestam contra MP 905 e cortes de direitos

Protestos foram convocados pela CSP-Conlutas em todo o país

Cartilha explica como MP 905 afeta os direitos dos trabalhadores
Publicação

Cartilha explica como MP 905 afeta os direitos dos trabalhadores

Material foi distribuído nas fábricas da região e no centro da cidade

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333