Ataque aos direitos

Bolsonaro taxa desempregado para dar isenção de imposto a patrão

Medida Provisória (MP) 905 prevê o desconto de uma taxa de 7,5% de todos que recebem o seguro-desemprego


Seguro-desemprego será taxado em 7,5%
Seguro-desemprego será taxado em 7,5%

O governo Jair Bolsonaro quer que o trabalhador desempregado sustente o novo programa de geração de empregos para jovens anunciado na segunda-feira (11) e já em vigor.

A Medida Provisória (MP) 905 prevê o desconto de uma taxa de 7,5% de todos que recebem o seguro-desemprego. A quantia será destinada à Previdência e o tempo de recebimento do benefício passará a contar para o cálculo da aposentadoria.

Ao taxar os desempregados, o Palácio do Planalto busca compensar a perda de arrecadação com as vantagens dadas aos patrões. Idealizado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, o plano batizado como “Contrato de Trabalho Verde e Amarelo” isenta os empresários da contribuição ao INSS para funcionários de 18 a 29 anos em seu primeiro emprego. Com isso, as empresas não precisarão pagar ao governo a alíquota de 20% sobre a folha de pagamento. 

A isenção para os patrões geraria um déficit de R$ 10 bilhões aos cofres públicos. A solução encontrada pelo governo, então, é um verdadeiro deboche com a população, uma vez que estima-se que a taxação do seguro-desemprego injete R$ 12 bilhões no Tesouro. Ou seja, a garfada no bolso dos desempregados ainda vai gerar "lucro" de R$ 2 bilhões.

A nova taxa sobre o seguro-desemprego começará a valer em 90 dias. 

“É mais uma proposta absurda desse governo inimigo dos trabalhadores. Onde já se viu penalizar ainda mais os milhões de irmãos desempregados? Só com a população na rua poderemos barrar essa série de ataques de Bolsonaro. Façamos do Brasil um novo Chile”, defende o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida.


Neste sábado tem Assembleia Geral para abrir a Campanha Salarial
Reunião virtual

Neste sábado tem Assembleia Geral para abrir a Campanha Salarial

Pra participar é preciso inscrever-se pelo WhatsApp até sexta-feira

Abertura do comércio por Felício fez disparar novos casos e mortes por covid-19
Pandemia

Abertura do comércio por Felício fez disparar novos casos e mortes por covid-19

4.064 pessoas já tiveram diagnóstico positivo para covid-19

Baixo valor do auxílio emergencial expõe famílias ao coronavírus
Crise do coronavírusus

Baixo valor do auxílio emergencial expõe famílias ao coronavírus

Com quantia irrisória de R$ 600, trabalhador precisou sair de casa para complementar a renda

Sindicato procura ex-trabalhadores da Embraer para recebimento de valores
Direitos

Sindicato procura ex-trabalhadores da Embraer para recebimento de valores

Alguns metalúrgicos ainda não foram localizados e, por isso, não receberam seus direitos

Toda solidariedade aos químicos da TI Brasil
Nota

Toda solidariedade aos químicos da TI Brasil

Fábrica deverá encerrar as atividades até dezembro de 2020

Protesto silencioso denuncia política genocida de Bolsonaro em crise do coronavírus
Em frente a hospital

Protesto silencioso denuncia política genocida de Bolsonaro em crise do coronavírus

Com cruzes nas mãos, recordando os quase 70 mil brasileiros mortos pela covid-19, trabalhadores de várias categorias...

Com mobilizações em fábricas, metalúrgicos exigem: Fora Bolsonaro e Mourão!
Jornada de Lutas

Com mobilizações em fábricas, metalúrgicos exigem: Fora Bolsonaro e Mourão!

Em todas as atividades, o Sindicato adotou protocolos de segurança contra a covid-19

Manifestações pelo Fora Bolsonaro terão atos em fábricas e Hospital Municipal
Jornada de Lutas

Manifestações pelo Fora Bolsonaro terão atos em fábricas e Hospital Municipal

Atividades acontecerão dias 10, 11 e 12

Trabalhador da Embraer é primeira vítima fatal da covid-19 entre metalúrgicos da categoria
Luto

Trabalhador da Embraer é primeira vítima fatal da covid-19 entre metalúrgicos da categoria

Em homenagem à vítima, a entidade realizará um ato na portaria da empresa, nesta quarta, a partir das 15h

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333