Novo programa

Governo Bolsonaro reduz direitos trabalhistas para jovens

Pacote de medidas promete gerar empregos, mas, na verdade, é um atentado contra o povo.

| Atualizado em

Mais ataques de Jair Bolsonaro ao trabalhador
Mais ataques de Jair Bolsonaro ao trabalhador - Foto: Marcos Corrêa/PR

O governo Bolsonaro iniciou esta semana com mais um ataque aos direitos dos trabalhadores. Na segunda-feira (11), foi anunciado o pacote de medidas que promete gerar empregos, mas, na verdade, trata-se de mais um atentado contra o povo.

O programa, chamado de “carteira de trabalho verde e amarela”, tem como alvo jovens de 18 a 29 anos, à procura do primeiro emprego. Na prática, o que se vê é mais do mesmo: redução de direitos para os trabalhadores e vantagens para os patrões.

Ao todo, os empresários terão uma redução de 32% no custo das contratações. Isso vai gerar perdas aos cofres públicos, além de cortar direitos. 

O programa isenta as empresas da contribuição ao INSS (de 20% sobre a folha) em contratos dessa modalidade. Já o FGTS depositado pelos patrões cairá de 8% para 2%. Além disso, em caso de demissão sem justa causa, o valor da multa será de 20% sobre o saldo, e não 40%, como é para os demais contratos. Essa medida penaliza o trabalhador no pior momento: o da demissão. 

Segundo a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, o programa deve atingir 1,8 milhão de jovens e vale para vagas que paguem até um salário mínimo e meio (R$ 1.497) – justamente uma das parcelas da população que mais precisam de benefícios sociais. 

Mais precarização
Os admitidos a partir dessas novas medidas encontrarão condições desiguais e desfavoráveis nos contratos, que serão definidos de acordo com os interesses do patrão. Até mesmo o trabalho aos domingos foi liberado por Bolsonaro nessa MP, mas em vez de receber hora extra, o trabalhador terá direito a um dia de folga durante a semana.  

“Os jovens terão de encarar a terceirização, o baixo salário e um contrato com pouca segurança ou garantia. É a destruição das leis trabalhistas para essa parcela da população. Os trabalhadores precisam se mobilizar contra esse cenário e voltar às ruas”, afirma a diretora do Sindicato Maria de Fátima Antunes Barbosa, a Fatinha.


General Motors anuncia abertura de vagas em São José dos Campos
Contratações

General Motors anuncia abertura de vagas em São José dos Campos

Montadora também vai passar por período de férias coletivas em fevereiro

Denúncias de trabalho escravo aumentam no interior paulista
Combate à Escravidão

Denúncias de trabalho escravo aumentam no interior paulista

São Paulo ocupa o quarto lugar na lista dos estados onde há mais resgaste de trabalhadores em situação de escravidão

Novos contratados ganham salários cada vez menores, afirma órgão do governo
Precarização

Novos contratados ganham salários cada vez menores, afirma órgão do governo

A diferença de salários entre demitidos e admitidos com carteira assinada aumentou nos últimos meses de 2019

Protesto exige respeito a aposentados e fim do desmonte da Previdência
DIA NACIONAL DO APOSENTADO

Protesto exige respeito a aposentados e fim do desmonte da Previdência

Sindicatos de mais de 20 categorias participaram da mobilização, que reuniu cerca de 100 pessoas

Caos no INSS obriga trabalhadores a procurar Justiça por benefício
Desmonte da Previdência

Caos no INSS obriga trabalhadores a procurar Justiça por benefício

Processos sobre aposentadoria por tempo de contribuição estão no topo da lista

Câmara tem protesto nesta quinta contra reforma da Previdência de Felício
Ataque aos servidores

Câmara tem protesto nesta quinta contra reforma da Previdência de Felício

O projeto da reforma foi enviado à Câmara, no ano passado, durante as férias dos servidores, em regime de urgência.

Nesta sexta, participe da manifestação pelo Dia Nacional do Aposentado
Contra o desmonte do INSS

Nesta sexta, participe da manifestação pelo Dia Nacional do Aposentado

Ato ocorre em frente à sede da Previdência, às 10 horas da manhã.

Ex-Embraer, Yaborã anuncia licença remunerada
Transição

Ex-Embraer, Yaborã anuncia licença remunerada

Trabalhadores só retornam para a fábrica na segunda-feira

Política de Bolsonaro aprofunda desigualdade, afirma Oxfam
Alerta

Política de Bolsonaro aprofunda desigualdade, afirma Oxfam

O alerta foi feito, nesta segunda-feira (20), em estudo sobre a concentração de renda no mundo.

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333