Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

GM 03/08/2012 | 14:37

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Agora Mantega afirma que não vai tolerar demissões

Declaração acontece depois das manifestações realizadas pelos trabalhadores da GM

Depois das mobilizações ocorridas ontem na cidade e a grande repercussão nacional , o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não vai tolerar o descumprimento nos acordos de não demissão dos setores beneficiados pelo estímulo de redução de IPI dado pelo Governo Federal. Segundo o ministro, demissões serão interpretadas como descumprimento do acordo.

CLIQUE AQUI PARA LER A NOTA DO SINDICATO SOBRE AS DECLARAÇÕES DO MINISTRO MANTEGA (31/07/2012)

O Ministério da Fazenda afirmou que esta é uma resposta aos “últimos acontecimentos”, numa evidente referência às manifestações dos funcionários da GM e à repercussão da ameaça de demissão em massa na fábrica de São José dos Campos.

Apesar de ser beneficiada com a redução de IPI, iniciada em maio, a GM continua com o plano de fechar o setor MVA (Montagem de Veículos Automotores), que resultará na demissão de até 2 mil demissões.

Para o Sindicato dos Metalúrgicos, é importante que o ministro assuma publicamente que os setores beneficiados pela redução de IPI não possam demitir. Entretanto, o Sindicato defende que também são necessárias providências concretas por parte do governo federal, como a assinatura de uma medida provisória que proíba as demissões e garanta o nível de emprego em cada planta.

Ontem, cerca de 2 mil trabalhadores da General Motors ocuparam a Rodovia Presidente Dutra, num grande protesto contra o ministro e em defesa dos empregos. No início da semana, Mantega havia afirmado que o governo não iria interferir nas demissões da GM.

O governador Geraldo Alckmin já se manifestou contrário às demissões e disse que procuraria o ministro da Fazenda para colocar o assunto em discussão.

“Está claro que essa mudança de postura é fruto da mobilização dos trabalhadores, que nunca desistiram de lutar por seus empregos”, afirma o presidente do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros, o Macapá.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®