Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

PLR 17/05/2012 | 19:00

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Sindicato e GM discutem volume de produção

Discussão fez parte da rodada de negociação por PLR

A General Motors admitiu, em reunião com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, que estuda a transferência de parte da produção de São Caetano para a planta local. A discussão, ocorrida nesta quinta-feira, dia 17, faz parte das negociações pela Campanha de PLR 2012. O Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano também participou da reunião.

Na mesa de negociação, a GM apresentou suas metas de produção para 2012. A montadora prevê a montagem de 416 mil veículos em São José e São Caetano, podendo chegar a 441,4 mil. No ano passado, foram fabricadas 404 mil unidades. Também está prevista a produção de 18 mil kits de exportação e 629 mil motores. Os Sindicatos propõem meta de se produzir 335 mil veículos, podendo chegar a 365 mil.

A GM também propôs a fabricação de 62 mil pick ups S10 em São José dos Campos. Para o Sindicato, só é possível atingir essa meta se for aberto o terceiro turno no setor. Os dois Sindicatos também defendem a transferência da produção do Classic para São José dos Campos, já que São Caetano estaria no limite de sua capacidade de produção.

Como forma de garantir a abertura de mais postos de trabalho, os Sindicatos propõem ainda o fim das importações de veículos. Em 2011, a GM importou mais de 100 mil unidades e, com isso, deixou de gerar 3.600 empregos. Foi a montadora que mais importou no país. Entre abril de 2011 e abril de 2012, a montadora fechou 1.793 vagas nas plantas de São Caetano e São José.

As duas fábricas juntas representam 70% da produção da GM no Brasil. A planta de São José possui 7.922 trabalhadores. Em São Caetano, são 11.788.

As negociações continuam nesta sexta-feira, dia 18, a partir das 9h, em Guarulhos. Na última rodada da semana, a GM vai apresentar suas propostas de valores. No ano passado, os trabalhadores receberam R$ 11.278.

“O cenário apresentado pela GM reforça o que o Sindicato já vinha defendendo: a fábrica de São José dos Campos gera altos lucros e tem potencial de produção. Por isso, vamos com toda força para conquistarmos uma PLR maior, sem metas abusivas e que o pagamento seja feito em maio. Esse é o chamado que está sendo feito aos trabalhadores do chão de fábrica para garantir uma PLR vitoriosa”, afirma o presidente eleito do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros.

Desde quarta-feira, o Sindicato está dialogando com os trabalhadores para fortalecer a organização da categoria na luta pelas reivindicações.

Propostas de metas apresentadas pela GM
80% das metas – 391, 4 mil carros
100% das metas – 416,4 mil carros
120% - 441,4 mil

Propostas das metas apresentadas pelo Sindicato
80% das metas – 290 mil a 305 mil carros
100% das metas – 335 mil carros
120% das metas – 365 mil carros

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®