Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Reivindicações 10/02/2012 | 11:07

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Em negociação com GM, Sindicato cobra soluções

Na pauta, entraram 13º salário, demissões e investimentos

Depois das mobilizações na fábrica e muita insistência pelo Sindicato, a GM aceitou enfim abrir negociação. A reunião aconteceu nesta quinta-feira, dia 9. Representaram o Sindicato, o presidente Vivaldo e os diretores Mancha e Macapá.

Na pauta do encontro, entraram a antecipação do 13º salário, investimentos na planta de São José dos Campos e as demissões que vêm ocorrendo na fábrica.

Na próxima segunda-feira, dia 13, tem uma audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho para discutir sobre os lesionados.

A nossa luta continua. Vamos manter a pressão pela antecipação do 13º antecipado, fim das demissões, reintegração de lesionados e discussão do novo plano de investimentos.

13º Salário
Na mesa de negociação, reivindicamos a antecipação do 13º salário para fevereiro.
Nesse período, os trabalhadores estão com muitas contas para pagar, como IPTU, IPVA, material escolar etc. O 13º daria um fôlego a mais no final do mês.

A GM se comprometeu a responder sobre esta questão na próxima semana.

Investimentos
O aquecimento do mercado automobilístico é uma realidade no país e, na GM, não é diferente. Os trabalhadores têm o direito de saber quais são os planos de investimentos da montadora para a planta de São José dos Campos.

Na reunião com o Sindicato, a empresa reafirmou os investimentos que estão sendo feitos na fábrica, especialmente na S10 e Powertrain, mas afirmou que, no momento, não há estudos para outros investimentos.

O Sindicato reafirmou a necessidade de a empresa discutir com os trabalhadores sobre os novos investimentos aqui na região, assim como fazem outras empresas, como a Chery, Sany e Avibras. Reivindicamos ainda para que seja agendada uma reunião com a presidente da GM. Os representantes da montadora disseram que levarão a proposta para a diretoria.

Demissões
O assunto que mais tem preocupado os trabalhadores, as demissões conta-gotas que têm ocorrido nos últimos meses, foi forte ponto de discussão. A GM admitiu que já foram demitidos 85 funcionários neste ano. A empresa argumenta, na maior cara de pau, que precisa reduzir custos e que não pretende parar agora com os cortes. Aliás, também estão acontecendo demissões em São Caetano e Mogi das Cruzes. O Sindicato afirmou que esta situação é insuportável e que não vamos aceitar. Pressionamos a GM a buscar outras alternativas que não sejam as demissões.

Lesionados
Em relação aos lesionados e portadores de doenças ocupacionais (B94 e B91), a GM ficou de apresentar sua resposta na audiência no Ministério Público, marcada para a próxima segunda-feira, dia 13. 

A empresa aceita discutir e rever a situação daqueles que estiverem com estabilidade pré-aposentadoria comprovada pelo INSS.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®