Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Vitória 02/05/2011 | 16:07

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Trabalhadores da TI Automotive conquistam PLR maior

Valor ficou 12,5% acima o do ano passado

As lutas por PLR estão pipocando por toda região, com mobilizações e conquistas. Na TI Automotive, os trabalhadores conquistaram R$ 4.500 – valor que ficou 12,5% acima do conquistado em 2010. A proposta foi aprovada em assembléia nesta segunda-feira, dia 2.

Mas tem empresa que está enrolando para começar as negociações e, se continuarem assim, terão de enfrentar a pressão dos metalúrgicos.

Na Hitachi, semana passada, a empresa foi pressionada pelos trabalhadores e aceitou antecipar as negociações. Os patrões queriam marcar a próxima reunião só para o dia 10 de maio, mas os trabalhadores entraram em greve e exigiram o agendamento da próxima rodada já para o dia 3. Diante da mobilização, a empresa teve de ceder.

Na Heatcraft, houve mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho, na última sexta-feira, dia 29, mas a empresa não apresentou qualquer proposta.  Os trabalhadores reivindicam R$ 3.700. A próxima reunião deve acontecer dentro de dez dias.

Em Jacareí, o Sindicato já protocolou as cartas de PLR em todas as fábricas, mas a enrolação está sendo geral. Só tem uma reunião marcada com a Lupatech, para o dia 6, e por enquanto a proposta tem total rejeição dos trabalhadores.

A empresa insiste em empurrar a PLR proporcional ao salário, ou seja, quem tem os salários mais altos são os mais beneficiados. “Não vamos aceitar isso. Exigimos PLR igual para todos e uma antecipação de R$ 1.300”, afirma o diretor do Sindicato, José Mendonça.

Na GM, a próxima reunião será nesta quinta-feira, dia 5. Os trabalhadores estão prontos para lutar por uma PLR maior do que a de 2010, metas menores e a garantia de pagamento em maio, como já foi demonstrado nas assembleias realizadas na semana passada.

“A produção está bombando nas fábricas, especialmente na GM. Portanto, não vamos dar mole para os patrões. Ou as empresas atendem nossas reivindicações ou terão de engolir nossas mobilizações”, afirma o diretor Antonio Ferreira de Barros, o Macapá.
 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®