Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Novo imposto 11/09/2019 | 13:59

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Bolsonaro quebra promessa e planeja volta da CPMF

cada saque e depósito em dinheiro deverá ser taxado com uma alíquota inicial de 0,4%

Para se eleger presidente, Jair Bolsonaro (PSL) garantiu que não criaria nenhum imposto para a população. Entretanto, a promessa já caiu por terra. O governo planeja implementar uma nova versão da antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira, a famigerada CPMF, que passará a se chamar Imposto sobre Transações Financeiras (ITF).

A proposta foi apresentada, na terça-feira (10), durante o Fórum Nacional Tributário, pelo secretário adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva. Segundo ele, cada saque e depósito em dinheiro deverá ser taxado com uma alíquota inicial de 0,4%. A cobrança também será realizada nas operações de débito e crédito, que serão submetidas a uma alíquota de 0,2%.

Idealizada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a criação do novo imposto tem um único objetivo: aliviar a carga tributária para os patrões. O governo quer compensar a redução de tributos cobrados na folha de pagamento, ou seja, para que os empresários paguem menos impostos, todos os brasileiros terão que pagar mais.

Com a economia em frangalhos, o governo Bolsonaro novamente sacrifica o trabalhador. O assalariado é o grande prejudicado com a volta desta modalidade de imposto cobrado a partir das movimentações financeiras. Na prática, os salários serão reduzidos, já que uma porcentagem será descontada a cada saque realizado.

“Este é mais um grande ataque de Bolsonaro a toda população brasileira. Em nome de uma suposta criação de postos de trabalho, o trabalhador será prejudicado. É inevitável que este imposto pesará mais nos pobres, até porque os empresários repassarão seus custos aos preços. É preciso dar um basta neste governo”, afirma o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves.

Para entrar em vigor, o ITF tem de ser aprovado pelo Congresso Nacional.

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®