Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Investigação 14/05/2019 | 14:37

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Justiça autoriza quebra de sigilo bancário de Flávio Bolsonaro

decisão tem como objetivo aprofundar as investigações sobre as movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro autorizou a quebra de sigilo bancário do senador Flávio Bolsonaro (PSL). A decisão tem como objetivo aprofundar as investigações sobre as movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, estimadas em R$ 7 milhões em apenas três anos.

A quebra de sigilo também atingirá Queiroz, que prestava serviço de motorista ao filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro. A operação planeja investigar 90 pessoas, inclusive a mulher e duas filhas de Queiroz.

O senador entrou no radar da Justiça após o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) encontrar 48 depósitos (em dinheiro vivo) no valor de R$ 2 mil cada um, em suas contas bancárias entre junho e julho de 2017. Na época, Flávio era deputado estadual.

A suspeita é de que os assessores devolviam parte dos salários a Flávio, uma prática conhecida como “rachadinha”.
Queiroz está foragido e seria o responsável pelos depósitos, feitos em pequenas quantias para passarem despercebidos pela Justiça.

Transação imobiliária sob suspeita
Também foi determinada a quebra dos dados bancários da MCA Participações e de seus sócios. A empresa fez transações imobiliárias relâmpago com Flávio. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a MCA comprou imóveis de Flávio apenas 45 dias depois de o parlamentar tê-los adquirido, o que teria proporcionado ganhos de 260% com a venda.

“É bom lembrar que Flávio Bolsonaro tentou, sem sucesso, barrar as investigações usando o recurso do foro privilegiado. Está claro que ele quer de qualquer maneira escapar da Justiça. Nós defendemos que a investigação continue. Queremos a prisão de todos os corruptos, corruptores e o confisco de seus bens”, afirma o diretor do Sindicato Nilson Ferreira Leite.

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®