Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Aniversário 14/03/2019 | 14:02

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Aos 63 anos, Sindicato se mantém na luta em defesa dos direitos

Entidade foi fundada em 14 de março de 1956, por grupo de trabalhadores da Ericsson

O Sindicato dos Metalúrgicos completa 63 anos, neste dia 14 de março, com uma história marcada por muitas lutas que fizeram da entidade referência nacional na defesa dos direitos do trabalhador.

Para marcar a data, o programa “Em Movimento” desta quinta-feira irá contar com a participação de personagens que contribuíram para a construção desta trajetória, como o ex-metalúrgico Ernesto Gradella. O programa vai ao ar às 19h e pode ser acompanhado ao vivo pelo Facebook/sindmetalsjc.

Trajetória de luta
Nascido em 14 de março de 1956, a partir de um grupo de trabalhadores da Ericsson, o Sindicato passou pelos anos de repressão da ditadura, esteve à frente das mais importantes lutas em defesa dos direitos da classe trabalhadora e hoje é uma das categorias mais organizadas do país. A primeira greve aconteceu em 1963, na Ericsson.

Em 1979, em plena ditadura, os metalúrgicos participaram da greve geral nacional, mas os trabalhadores não tiveram apoio da direção do Sindicato da época. Naquele ano, consolidou-se a Oposição Metalúrgica, que em 1981 ganhou as eleições e tornou a atuação da entidade mais combativa.

Em 1984, aconteceram as greves de ocupação na Embraer e na General Motors, que cobraram melhores salários e sofreram grande repressão por parte do governo militar.

No ano seguinte, ocorreu outra ocupação na GM, dessa vez pela redução da jornada de trabalho. A mobilização entrou para a história do país e, meses depois, os operários conquistaram a redução da jornada de 48 para 45 horas semanais.

Desafios de hoje
Os trabalhadores enfrentam hoje um momento de duros ataques, com redução de direitos, desemprego nas alturas e ameaças ao movimento sindical.

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) editou a Medida Provisória 873, que impõe grave ameaça ao futuro dos sindicatos no país. A MP alterou as regras da contribuição sindical, de forma inconstitucional. Na opinião do Sindicato, as empresas têm que respeitar o que está nos acordos coletivos e repassar a mensalidade para a entidade.

Com essa MP, o governo quer tentar enfraquecer os sindicatos e abrir o caminho para que os patrões acabem de vez com os direitos dos trabalhadores.

Até a Justiça Federal considerou a MP inconstitucional, numa ação do Sindicato dos Servidores das Justiças Federais do Rio de Janeiro. Será necessário a união de todos os trabalhadores para defender o direito à organização.

“O Sindicato dos Metalúrgicos tem tradição e luta e vai seguir mobilizando os trabalhadores em defesa dos direitos e da liberdade de organização", afirma o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves.

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®