Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Brasília 05/02/2019 | 09:59

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Novo Congresso toma posse, mas velha política permanece

DEM fica com comando da Câmara e do Senado

Os deputados e senadores responsáveis por votar as leis pelos próximos anos tomaram posse na sexta-feira (1º) e já mostram que os velhos caciques e práticas da política permanecem no comando do Congresso Nacional.

Na Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM) foi reeleito presidente, pela terceira vez consecutiva. Com isso, o comando permanece o mesmo do governo de Michel Temer (MDB), no qual Maia foi o responsável por conduzir a votação de projetos de lei que atacaram os trabalhadores, como a reforma trabalhista.

Junto com o pai, o ex-prefeito do Rio de Janeiro César Maia, ele chegou a ser investigado pela operação Lava Jato sob suspeita de recebimento de caixa dois da Odebrecht. O inquérito, entretanto, foi arquivado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), em agosto de 2018.

Para agradar os parlamentares e facilitar sua reeleição, Rodrigo Maia chegou até mesmo a antecipar o auxílio-mudança no final de 2018 – inclusive para aqueles que já moravam em Brasília.

Senado
Para presidir o Senado, foi eleito Davi Alcolumbre, também do DEM. Ele é investigado em dois inquéritos no STF por suspeita de utilizar notas fiscais frias na campanha eleitoral de 2014, quando se elegeu senador.

Em seu histórico parlamentar, coleciona atos vergonhosos como o voto contra a cassação de Aécio Neves (PSDB) por corrupção, em 2017, e a favor do aumento de 16% nos salários dos ministros do STF, em 2018.

A própria eleição do novo presidente do Senado foi marcada por uma série de tumultos, incluindo tentativa de fraude. Embora a casa tenha 81 senadores, foram contabilizadas 82 cédulas de votação. A sessão teve de ser anulada, com abertura de nova votação.

Além disso, a população foi impedida de conhecer o voto dado por cada senador. Embora o plenário tenha decidido que a votação seria aberta, o Supremo Tribunal Federal atendeu ao pedido do MDB e Solidariedade e determinou que os votos deveriam ser secretos.

Corruptos no poder
Câmara e Senado têm 24 indiciados e seis denunciados que foram eleitos, se for considerada apenas a operação Lava Jato. A lista de corruptos, no entanto, é muito maior se forem considerados outros crimes, como caixa dois e improbidade administrativa.

“A composição do Congresso Nacional mudou, mas os ataques contra os direitos dos trabalhadores, notadamente a reforma da Previdência. continuam na pauta. Teremos de nos unir para garantir na luta os nossos direitos”, afirma o diretor do Sindicato Antonio Lisboa.

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®