Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Atraso na produção 01/02/2019 | 09:09

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos da GM fazem protesto contra retirada de direitos

Em assembleia, o Sindicato expôs detalhes das negociações com a empresa

Os metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos atrasaram a produção em uma hora e meia, nesta sexta-feira (1º). Em assembleia, o Sindicato expôs detalhes das negociações que estão em andamento com a empresa. A proposta de retirada de direitos foi repudiada pelos trabalhadores, que passaram pela catraca da fábrica somente às 7h.

Após dez dias desde o começo das negociações (iniciadas dia 21), houve alguns avanços em determinados pontos. A GM recuou, por exemplo, na tentativa de aumentar a jornada para 44 horas semanais e aplicar a jornada intermitente e contrato de trabalho parcial na fábrica de São José dos Campos. Mas as negociações estão longe de acabar.

Até agora a montadora se mantém intransigente em relação a direitos caros aos metalúrgicos. Entre os pontos que a GM insiste em manter estão congelamento de salário, nova grade salarial, terceirização irrestrita e fim da estabilidade no emprego para lesionados. A íntegra da proposta inclui 28 pontos – todos referem-se a retirada de direitos.

“A assembleia mostrou forte poder de mobilização na fábrica e que é necessário enfrentar a reestruturação. Já ficou claro que esta luta não é só dos metalúrgicos da GM, mas de todos os setores. O Sindicato dará continuidade a sua política de transparência, mantendo os trabalhadores informados sobre o que está acontecendo na mesa de negociação. Ao final, eles irão decidir se aceitam ou não a proposta da empresa”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida.

Brasil Metalúrgico
Representantes dos sindicatos que compõem o Movimento Brasil Metalúrgico irão discutir, nesta sexta-feira, sobre os planos da GM em retirar direitos dos trabalhadores como condição para permanecer no país.

O encontro será na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e a CSP-Conlutas também participarão.

Na reunião, as entidades vão discutir ações conjuntas em defesa dos empregos e direitos na montadora e em todo setor automotivo. O Brasil Metalúrgico reúne sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais de todo país.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®