Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Supersalários 21/10/2011 | 15:43

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Vereadores adiam revogação de aumento de 55%

Votação ocorrerá apenas no dia 27 de outubro

A Câmara de Vereadores de São José dos Campos, mais uma vez, nesta quinta-feira, dia 20, frustrou as expectativas da população ao adiar para a próxima semana a votação da revogação dos supersalários de R$ 12.907 dos parlamentares.

Com isso, o tema deverá ser pauta apenas da sessão do dia 27, quando o movimento contrário ao reajuste de 55%, formado por sindicatos, estudantes e partidos, como o PSTU, deverá fazer o maior protesto realizado até o momento para pressionar os vereadores.

A desculpa para o adiamento da votação nesta quinta foram problemas jurídicos no projeto de lei. Mas a decisão não veio por obra dos aliados do governo tucano, mas do próprio PT. A vereadora petista Amélia Naomi pediu prazo de emenda.

A questão é que tais “problemas” só foram destacados no dia da votação e não com antecedência para garantir a votação nesta quinta. A ação pegou de surpresa até o vereador Tonhão Dutra, também do PT, que ficou sem entender direito o motivo do adiamento. Segundo avaliação do movimento, haveria grandes possibilidades de o reajuste de 55% ter sido revogado.

A verdadeira razão do recuo foram as divergências internas no PT e as articulações dos partidos que ainda resistem na revogação total do reajuste. Há aqueles que ainda defendem manter o aumento de 55,13% ou repor a inflação do período 21%.

O projeto que revoga os 55% foi elaborado pelo movimento social, que percorreu todos os gabinetes dos vereadores a fim de colher adesões. Dos quatro vereadores do PT, apenas Ângela Guadagnin não aderiu ao projeto contrário aos supersalários.

Os manifestantes que acompanharam a sessão ficaram revoltados e, em protesto, cercaram a Câmara ao final dos trabalhos.

Força total no dia 27
Com o adiamento da votação, o dia 27 de outubro será decisivo na luta contra os supersalários em São José dos Campos. O movimento pretende fazer o maior ato entre todos os que foram realizados recentemente. Os estudantes, por exemplo, vão percorrer outras escolas a fim de engrossar a adesão ao protesto.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®