Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Assembleia 29/11/2018 | 13:43

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos da GM aprovam campanha de estabilidade para todos

Em processo de reestruturação, montadora quer reduzir número de funcionários

Os trabalhadores da General Motors darão início a uma nova campanha por estabilidade no emprego. A decisão foi aprovada em assembleia, na quinta-feira (28), no salão do Sindicato dos Químicos.

A assembleia, convocada pelo Sindicato dos Metalúrgicos, foi em resposta ao anúncio de reestruturação mundial da montadora e às demissões que já vem ocorrendo na fábrica de São José dos Campos. Participaram da assembleia trabalhadores e ex-trabalhadores da fábrica.

Ao longo do ano, a GM tem realizado demissões a conta-gotas na planta local, o que vem gerando um clima de apreensão entre os trabalhadores – especialmente os lesionados, que são os mais visados pela companhia.

Para conter esta onda de cortes e formar uma barreira para que a reestruturação no atinja a fábrica de São José, os metalúrgicos terão de seguir com sua tradição de luta. Como parte da campanha por estabilidade, os trabalhadores vão realizar ações em diversas frentes, junto a toda população, ao poder público, inclusive ao Ministério Público do Trabalho, judiciário e outros.

Reestruturação
A GM anunciou, na segunda-feira (26), seus planos de fechar sete fábricas no mundo, sendo cinco nos Estados Unidos e Canadá. A montadora ainda não divulgou quais serão as outras duas, mas já afirmou que pretende se desfazer de 15% do total de seus trabalhadores.

A medida faz parte do processo de reestruturação da GM em todo o mundo e acontece num momento de plena saúde financeira da empresa. Para o primeiro trimestre de 2019, a expectativa é que o lucro da montadora atinja US$ 3,8 bilhões.

“Esta é uma luta de todos os trabalhadores da GM, lesionados ou não. Todos estão sob ameaça. A empresa está em ótima situação financeira e não tem qualquer motivo que justifique as demissões”, afirma o dirigente da CSP-Conlutas Luiz Carlos Prates, o Mancha.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®