Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Deixa ela trabalhar 27/03/2018 | 16:02

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Jornalistas esportivas lançam campanha contra assédio no trabalho

Mobilização quer dar um basta em ataques sofridos nos estádios, redações e redes sociais

Jornalistas esportivas lançaram, neste domingo (25), a campanha “Deixa ela trabalhar”, que denuncia o assédio moral e sexual sofrido por elas nos estádios, ruas, redações e redes sociais. A mobilização também conta com a participação de profissionais da imprensa de outras áreas, bandeirinhas e árbitras. (Confira o vídeo aqui)

O estopim para a campanha foi o assédio sofrido pela repórter do Esporte Interativo Bruna Dealtry. Ela foi beijada na boca por um torcedor do Vasco, enquanto realizava uma transmissão ao vivo, no último dia 31. Incomodada e ainda impactada com o ataque, Bruna comentou em seguida: “Isso não foi legal, né? Não precisava!”

Dias antes, a vítima foi a repórter Renata de Medeiros, da Rádio Gaúcha. Ela foi xingada e agredida por um torcedor, enquanto trabalhava no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

No vídeo da campanha, as jornalistas dizem: "só queremos trabalhar em paz. O esporte também é um lugar nosso. Respeite nossa voz e nossas escolhas".

Com a campanha, as jornalistas querem dar um basta nesta violência e dizem: “não é só machismo; é nojento, é desrespeitoso”. Elas também chamam homens e mulheres a denunciarem os crimes: “chegou a hora de se importar. A omissão também machuca”.

A campanha traz relatos de agressões, comentários violentos e até ameaças de estupro por torcedores nos estádios e nas redes sociais.

Clubes como Atlético Mineiro, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Palmeiras e São Paulo declararam adesão ao movimento e publicaram mensagens de apoio.

“As mulheres trabalhadoras sofrem todo tipo de assédio, e isto tem de ser combatido. Esta campanha é de grande importância para, principalmente, encorajar outras trabalhadoras a denunciarem esses abusos. Todo nosso apoio à luta contra o assédio e o machismo”, afirma a diretora do Sindicato Luciene da Silva.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®