Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Participação nos Lucros 29/09/2011 | 17:27

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Mais uma vez, Embraer anuncia Participação nos Lucros rebaixada

Valor é menor até do que foi pago por fornecedoras

A Embraer, uma das maiores fabricantes de aviões do mundo, vai pagar uma das PLRs (Participação nos Lucros e Resultados) mais baixas entre as metalúrgicas de São José dos Campos. De acordo com comunicado divulgado pela empresa nesta quinta-feira, dia 29, os trabalhadores receberão R$ 617 fixos e 24% sobre o salário.

O valor refere-se à primeira parcela da PLR 2011 e, ao contrário do que acontece com todas as outras empresas metalúrgicas, não foi negociado com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, legítimo representante da categoria.

A negociação direta sobre um novo acordo de PLR com o Sindicato foi um dos itens incluídos na pauta de reivindicações apresentada à empresa junto com o Aviso de Greve, protocolada no dia 19 de setembro, três dias antes da greve de 24 horas deflagrada pelos trabalhadores.

Hoje, a Embraer se recusa a negociar com o Sindicato. A decisão sobre o valor da PLR é tomada a partir de discussões com uma comissão de funcionários, em que a ampla maioria é ligada à gerência da empresa.

O Sindicato defende que a PLR seja dividida em partes iguais para acabar com privilégios dentro da Embraer e aumentar o valor distribuído a todos os trabalhadores. Seguindo a fórmula adotada pela empresa, um funcionário com um salário de R$ 3.300 receberá uma PLR de R$ 1.400.

A Embraer possui 17 mil funcionários em todo o país. Em São José dos Campos, são cerca de 12 mil. Para efeito de comparação, a General Motors fechou este ano uma PLR de R$ 10.834 para 9 mil funcionários. A TI Automotive, com cerca de 750 trabalhadores, pagou uma PLR de R$ 4.500.  A Sobraer, fornecedora da Embraer, com 250 funcionários,  pagou R$ 2.050.

Além de pagar um valor muito abaixo da média do setor metalúrgico, a Embraer ainda aplica o desconto de PMS (Plano de Metas Setoriais). Ou seja, a PLR só é paga na íntegra para os setores que atingirem 100% das metas. Aqueles que não atingirem 75% não terão direito à PLR.

“Os trabalhadores estão indignados com esse valor. Mais uma vez a Embraer mostra sua intransigência e autoritarismo, recusando-se a acatar as reivindicações de seus funcionários. Ao pagar uma PLR tão rebaixada, tudo o que ela conseguiu foi aumentar ainda mais as chances de uma nova paralisação”, afirma o vice-presidente do Sindicato Herbert Claros da Silva.

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®