Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Dia Nacional de Luta 10/11/2017 | 10:33

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos protestam contra reforma trabalhista

Após assembleias nas fábricas, trabalhadores partiram em caravana para ato em São Paulo

O Dia Nacional de Luta em Defesa de Nossos Direitos começou, nesta sexta-feira (10), com protestos em oito fábricas metalúrgicas de São José dos Campos e Jacareí, contra a reforma trabalhista. Após as mobilizações, trabalhadores seguiram para o ato unificado que acontece pela manhã em São Paulo.

As assembleias começaram de madrugada, nas entradas dos turnos da Embraer Eugênio de Melo, Panasonic, JC Hitachi, Sun Tech, Retin, Eaton e Prolind, em São José dos Campos, e Ardagh, em Jacareí. Ontem, houve assembleia na Embraer da Av. Faria Lima.

Também houve manifestações de outras categorias, como petroleiros e operários da construção civil (Refinaria Henrique Lage), químicos (Johnson e Johnson), alimentação (Mars Brasil) e trabalhadores dos Correios (Centro.

As manifestações acontecem à véspera da entrada em vigor da reforma trabalhista, que vai abrir caminho para redução de direitos da classe trabalhadora.

Ato unificado em São Paulo

Trabalhadores de todo país estão realizando manifestações para exigir a revogação da reforma. Em São Paulo, haverá uma passeata entre a Praça da Sé e Avenida Paulista. São esperadas cerca de 20 mil manifestantes, com concentração marcada para as 9h30.

Dois ônibus saíram de São José dos Campos levando trabalhadores para se unirem a outros manifestantes em São Paulo.

A CSP-Conlutas e o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos também defendem que todas as centrais sindicais convoquem uma nova greve geral ainda este ano para derrotar a reforma da Previdência.

“Este é um dia para mostrar toda nossa indignação contra os ataques que o governo Temer vem fazendo contra a classe trabalhadora. Vamos lutar para revogar a reforma trabalhista e derrubar o projeto da reforma da Previdência. O governo Temer e o Congresso Nacional, junto com os empresários, estão jogando pesado contra os trabalhadores e, portanto, terão uma resposta à altura. Se as reformas não vierem abaixo, vamos parar o Brasil com uma nova greve geral”, afirma Antônio Ferreira de Barros, o Macapá, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, filiado à CSP-Conlutas.

Ato na Praça Afonso Pena
O Fórum de Lutas Vale do Paraíba, formado por sindicatos da região, vai realizar neste sábado (11), às 10h, um ato contra a reforma trabalhista. Os manifestantes se concentrarão na Praça Afonso Pena e seguirão pelo calçadão da Rua Sete de Setembro.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®