Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Não ao fim da aposentadoria 08/11/2017 | 12:49

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Temer faz apelo por reforma da Previdência. Dia 10, vamos à luta

Presidente aumenta pressão por aprovação da medida, mas trabalhadores preparam mobilizações

Em vídeo divulgado nas redes sociais, na terça-feira (7), o presidente Michel Temer (PMDB) fez um apelo vergonhoso à população em busca de apoio para aprovação da reforma da Previdência. O pedido revela as dificuldades enfrentadas pelo governo para finalizar a reforma e é mais um motivo para realizarmos um forte Dia Nacional de Luta, nesta sexta-feira (10).

Na maior cara de pau, Temer pede aos internautas que conversem com amigos, “mostrando a todos que a reforma previdenciária é fundamental para o nosso país, para que ele continue a desenvolver-se”. Nas contas do governo, a reforma ainda não possui os 308 votos necessários para ser aprovada.

Depois de comprar votos de deputados por duas vezes para salvar a própria pele, Temer agora é refém dos parlamentares, que resistem em seguir adiante com a reforma, de olho nas eleições de 2018.

 Na tentativa de se livrar da culpa e pressionar os parlamentares, Temer chegou a reconhecer, na segunda-feira (6), a derrota na aprovação da reforma. A declaração derrubou a bolsa de valores e colocou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), sob pressão para garantir a aprovação.

O governo também joga sujo com a população ao dizer que a reforma é fundamental. Pura chantagem!

A verdade é que não dá para confiar em Temer nem nesse Congresso de corruptos. A própria CPI da Previdência, concluída em outubro, comprovou que as contas da Seguridade Social não são deficitárias.

Por isso, sindicatos vinculados a diversas centrais estão preparando para esta sexta-feira o Dia Nacional de Luta em Defesa de Nossos Direitos. Será um dia de protestos contra a reforma da Previdência e a entrada em vigor da reforma trabalhista, que acontece no sábado, dia 11.

“Temer pediu o apoio da população à reforma e vai receber como resposta greves, paralisações e manifestações, nesta sexta-feira. Os trabalhadores vão mostrar que são contra o fim da aposentadoria e querem colocar pra fora Temer e todo esse Congresso. Fora Todos”, afirma o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®