Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Nova ameaça 07/08/2017 | 11:27

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Após cortar 160 mil auxílios-doença, INSS inicia pente-fino em aposentadorias por invalidez

Um milhão de aposentados serão convocados e poderão ter direito cortado

O governo começa, este mês, a segunda etapa da operação pente-fino, agora, para reavaliação das aposentadorias por invalidez pelo INSS. Serão convocados um milhão de aposentados que estão sem perícia há mais de dois anos e correm o risco de ter o benefício cortado.

Também serão convocados outros 530 mil beneficiários do auxílio-doença que não foram localizados na primeira fase da operação pente-fino. Desde o início do ano, o operativo já cortou 160 mil auxílios-doença entre 200 mil perícias realizadas.

A trabalhadora da área da saúde, Maria (nome fictício), de 51, é uma delas. Portadora de fibromialgia e lúpus -- uma doença autoimune crônica que destrói o sistema imunológico -- ela foi convocada pelo INSS em março, quando teve o benefício cortado após uma perícia que não durou dois minutos.

“A médica nem olhou os meus exames. Tenho laudos que comprovam minha incapacidade de trabalhar. Tenho grandes feridas e vasculite nas pernas em decorrência do lúpus, mas ela nem quis olhar. Simplesmente disse que eu tinha condições de trabalhar e cortou meu benefício”, relatou.

A trabalhadora conta também que, como consequência da fibromialgia, tem episódios de esquecimento e raciocínio lento. “Já cheguei a guardar lixo no guarda-roupas! Como posso voltar a trabalhar em um consultório médico? Quem vai querer me contratar nestas condições?”.

Maria começou a receber o auxílio-doença em 2013. Desde então, já teve vários agravamentos, como embolia pulmonar e princípio de trombose. Sem nenhuma fonte de renda desde que teve o benefício cortado, ela tem dificuldades para comprar os remédios. O gasto mensal com medicação é de R$ 600.
“Mesmo não aguentando, eu quero fazer as coisas. Não aguento ficar parada. Mas voltar a trabalhar é um risco para minha saúde e para as outras pessoas. Isso os peritos não levam em consideração”, denuncia.

“A operação pente-fino é um verdadeira covardia deste governo, que ataca o trabalhador justamente em seu momento de maior fragilidade, que é quando ele está doente. Agora, com a convocação dos aposentados por invalidez, milhares terão seu benefício cortado e serão simplesmente jogados no mercado de trabalho sem a menor condição de exercer qualquer função. Só a mobilização dos trabalhadores pode acabar com este ataque”, avalia do diretor do Sindicato Valmir Mariano.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®