Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

12º Congresso 17/07/2017 | 17:07

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos decidem manter luta contra reformas e governo

Delegados aprovaram continuidade da luta pelo “Fora Temer e todos os corruptos” e a necessidade de uma nova Greve Geral

O 12º Congresso dos Metalúrgicos terminou, neste domingo (16), apontando os caminhos de luta e organização para o Sindicato e toda categoria. Após três dias de debates e decisões, os delegados aprovaram resoluções que confirmam a continuidade da luta pelo “Fora Temer e todos os corruptos” e a necessidade de uma nova Greve Geral.

As resoluções foram aprovadas por 106 delegados de 26 fábricas. Considerando o cenário de crise política, social e econômica pela qual passa o país, o Congresso decidiu “priorizar a luta direta dos trabalhadores contra as reformas. Se houver a queda do governo Temer, o Sindicato chamará a luta por eleições gerais com novas regras”.

Mas não basta a saída de Temer. Em outra resolução, ficou definido que o Sindicato incorpore a campanha contra qualquer governo defensor das reformas que ataquem os direitos trabalhistas e previdenciários.

Para fortalecer a luta dos trabalhadores contra as reformas do governo, os delegados aprovaram resolução para exigir das centrais sindicais que retomem o processo de mobilização contra Temer e suas reformas e que uma nova Greve Geral seja convocada, com indicativo para 2 de agosto.

A própria CSP-Conlutas também foi ponto de resolução no Congresso, que decidiu impulsionar nas assembleias as discussões sobre a central. “Construir a CSP-Conlutas na base, nas fábricas, como alternativa de direção para o movimento sindical brasileiro”.

Campanha Salarial
Diante da aprovação da reforma trabalhista, outra importante resolução do Congresso foi em relação à estratégia de luta dos metalúrgicos nesta Campanha Salarial, que este ano deverá ter a defesa dos direitos previstos na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) como um de seus principais focos.

Além de buscar o rejuste salarial, o objetivo será fazer com que as mudanças aprovadas pelo governo não sejam implementadas na categoria e exigir a revogação da reforma.

Organização de base
Para que os metalúrgicos permaneçam à frente das lutas em defesa dos direitos, será fundamental dar continuidade à política de fortalecimento da organização de base da categoria.

Foi apontado como prioridade para a atual diretoria do Sindicato a luta pelo avanço na organização no local de trabalho. Neste sentido, o Sindicato deverá fortalecer e organizar ainda mais o Conselho de Representantes.

Mulheres
O espaço da mulher na diretoria do Sindicato está garantido. A direção sindical tem de ter, no mínimo, o mesmo percentual de mulheres existente na categoria (que hoje é de 17%).

Os delegados e delegadas também decidiram pela criação de uma secretaria LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Dessa forma, o Sindicato vai fortalecer a luta contra o preconceito e todo tipo de opressão aos companheiros e companheiras LGBT.

“O 12º Congresso cumpriu sua tradição de democracia operária, em que a categoria decide e toma as rédeas do seu próprio Sindicato. Teremos um período de muita luta pela frente, com governos e patrões tentando nos impor derrotas. Mas a categoria metalúrgica sai daqui mais organizada, fortalecida e pronta para enfrentar os ataques que virão”, disse o secretário-geral do Sindicato, Renato Almeida.

Também foram discutidas resoluções sobre política internacional, democracia operária, saúde do trabalhador, questão racial, entre outros pontos. Em breve, o Sindicato irá publicar o caderno de resoluções para que os metalúrgicos possam consultar cada uma das decisões tomadas no Congresso.

 

Fotos: Tanda Melo

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2017 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®