Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Esquenta 20/06/2017 | 17:17

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Assembleias e protestos preparam Greve Geral do dia 30

Trabalhadores aumentam mobilização contra Temer e suas reformas

Com assembleias, protestos e mobilizações nesta terça-feira (20), trabalhadores de diversas categorias prepararam a Greve Geral do dia 30 na região.

Em São José dos Campos, os trabalhadores da GM, Prolind, Parker Filtros, Avibras e Johnson & Johnson votaram em assembleias total apoio à Greve Geral contra o governo corrupto de Michel Temer e suas reformas. Também houve mobilizações na Ericsson e J.C. Hitachi, na zona leste.

Em Jacareí, os metalúrgicos da Armco, os vidreiros da Cebrace e os condutores da JTU e Viação Jacareí atrasaram o início do turno e mostraram que estão mobilizados e não aceitarão retirada de direitos. Na Heineken, os trabalhadores também votaram apoio à mobilização.

 

Manifestação
Aos gritos de “Fora Temer! Aécio na cadeia”, trabalhadores realizaram um protesto pelas ruas do centro de São José.

A manifestação contou com a presença de trabalhadores de diversas categorias, como metalúrgicos, químicos, bancários, trabalhadores dos Correios, da alimentação e aposentados.

Houve ainda atos em Jacareí e Caçapava, com carro de som e distribuição de materiais convocando a população para a Greve Geral.



Também ocorreram mobilizações em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Natal, Aracaju e Recife.

“Em todo país, os trabalhadores estão votando adesão à Greve e mostrando que não aceitam pagar a conta da corrupção. Vamos colocar pra fora Temer e todos os corruptos”, afirma o diretor do Sindicato Nilson Ferreira Leite.

É preciso garantir a Greve
Apesar da disposição de luta demonstrada pelos trabalhadores, as centrais sindicais têm de fazer sua parte e garantir a realização da Greve Geral.

O governo está cada vez mais acuado pelas denúncias de corrupção e pelas mobilizações. Portanto, não é momento para abrir negociações sobre as reformas. Elas têm de ser derrubadas na íntegra!

É preciso acelerar a realização das assembleias, mobilizar os comitês de bairro e reunir cada vez mais a população para lutar contra o governo e suas reformas.

“Vivemos um momento decisivo da nossa luta. Está em nossas mãos derrotar este governo corrupto e suas reformas”, conclui Nilson.
 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®