Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Vergonha 12/06/2017 | 12:27

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

TSE salva Temer. Fortalecer a Greve Geral é ainda mais importante

Apenas a mobilização dos trabalhadores poderá derrotar esse governo corrupto e suas reformas

A decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), na última sexta-feira (9), de manter o presidente Michel Temer (PMDB) no comando do país foi uma afronta à população. A postura dos ministros mostrou que, se depender da justiça, nada mudará, e que só mesmo a mobilização dos trabalhadores pode derrotar esse governo corrupto e as reformas que retiram direitos.

Por quatros votos a três, o TSE absolveu a chapa Dilma/Temer da acusação de abuso de poder político e econômico na eleição presidencial de 2014. A decisão livrou Temer da cassação e manteve os direitos políticos da ex-presidente petista. Apesar de todas as provas apresentadas, os juízes entenderam que não havia elementos suficientes para comprovar que o dinheiro desviado da Petrobras foi usado em benefício da coligação encabeçada por PT e PMDB.

Um dos ministros que votaram contra a cassação de Temer foi Napoleão Nunes, ele mesmo acusado de receber dinheiro da OAS. Outros dois, Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira, tinham sido indicados pelo presidente ao TSE meses antes. O voto de desempate veio do presidente do TSE, Gilmar Mendes, que se encontrou com Temer às vésperas do julgamento. Portanto, não se poderia esperar nada diferente da votação. Afinal, está mais do que provado que a justiça neste país só serve para defender os ricos e poderosos.

“Donos dos mais altos salários e benefícios do país, a Justiça só funciona quando é para punir os trabalhadores e o povo pobre. Eles não estão nem um pouco preocupados em combater a corrupção na política”, afirma o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

O julgamento também fez cair a máscara do PT que, apesar de se dizer pelo “Fora Temer”, colocou seus advogados para defender a não-cassação do presidente. Um papel vergonhoso.

Greve Geral
Apesar de ter saído vitorioso do julgamento no TSE, Temer segue ameaçado, agora por uma possível denúncia que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar contra ele com base na delação da JBS.

Mesmo mantendo o presidente acuado, não dá para confiar que os deputados corruptos do Congresso, mais preocupados em aprovar as reformas trabalhista e da Previdência e salvarem as próprias peles, autorizem o procedimento, como determina a Constituição Brasileira.

Está nas mãos dos trabalhadores a única possibilidade de derrotar esse governo e suas reformas. O caminho é fortalecer a Greve Geral e parar o Brasil no dia 30, contra Temer, o Congresso e as reformas que retiram direitos.

“O TSE manteve Temer, mas nós vamos colocá-lo pra fora, junto com esse Congresso corrupto e suas reformas. Vamos colocar todos eles pra fora por meio da nossa luta”, conclui Macapá.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Maurício Diamante, 65, Centro, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2017 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®