Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Assembleia 16/05/2017 | 17:10

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos da GM aprovam acordo que garante emprego até fevereiro

Conquista é contrapartida ao layoff programado pela montadora

Após mais de três meses de negociação, os metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos conquistaram a garantia de emprego como contrapartida ao layoff programado pela montadora. A proposta foi aprovada em assembleia, na tarde desta terça-feira (16), pela ampla maioria dos trabalhadores dos dois turnos.

O acordo foi negociado entre o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e a montadora. Até 1.500 trabalhadores podem entrar em layoff com direito de retorno à fábrica. Todos os funcionários do complexo terão garantia de emprego até fevereiro de 2018 - esta foi uma importante conquista dos trabalhadores, já que a empresa vinha se recusando a acatar a reivindicação do Sindicato.

O layoff ficará em vigor entre os dias 5 de junho e 4 de novembro. Os metalúrgicos atingidos pelo programa frequentarão cursos de qualificação no Senai e receberão o salário integral, sendo parte pago pela GM e parte pelo governo federal, por meio do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). Todos terão direito ao 13º salário, reajuste conquistado na Campanha Salarial de 2017 e PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Desde o início das negociações, a GM vinha insistindo em abrir layoff sem dar garantia de emprego para os trabalhadores. O caso chegou a ser objeto de duas audiências no Tribunal Regional do Trabalho – 15ª. Região, em Campinas.

“A luta na fábrica vai continuar, agora pela PLR. Os metalúrgicos também aprovaram a mobilização contra os ataques programados por Michel Temer. No dia 24, vamos ocupar Brasília contra as reformas trabalhista e da Previdência e pela revogação da lei da terceirização”, afirma o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

A GM possui hoje cerca de 5 mil trabalhadores e produz os veículos S10 e Trailblazer, além de motores e sistema de transmissão.

Negociação com empresários
O Sindicato vai apresentar, nesta quinta-feira, uma pauta de reivindicações para o Grupo de Estudos do Desenvolvimento Econômico Social e Político (Gedesp), em São José dos Campos. A reunião será na Associação Comercial e Industrial (ACI), às 10h.

Na pauta, o Sindicato reivindica que os empresários e o poder público cobrem da GM o cumprimento do acordo assinado em 2013, que prevê investimentos de R$ 2,5 bilhões na planta de São José dos Campos. O Sindicato também reivindica:

- estabilidade no emprego para trabalhadores da Embraer e General Motors;
- que os salários dos vereadores, prefeito e secretários sejam reduzidos ao mesmo valor recebido por professores da rede pública;
- que a verba de gabinete de cada vereador seja limitada a um teto de R$ 10.000.

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®