Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Ato em São José dos Campos 02/05/2017 | 10:43

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

No Dia do Trabalhador, sindicatos mantêm luta contra reformas

Após sucesso da Greve Geral, representantes reafirmam unidade

Como ocorreu em várias cidades do país, o ato do Dia Internacional do Trabalhador, em São José dos Campos, retomou os protestos contra as reformas trabalhista e da Previdência e a terceirização, nesta segunda-feira (1º). A manifestação aconteceu na Praça Afonso Pena e reuniu diversas categorias e centrais sindicais.

Dois dias após a Greve Geral que parou o país na última sexta-feira (28), as centrais sindicais divulgaram uma carta em que reafirmaram o compromisso de unidade para derrotar a retirada de direitos. Uma reunião nesta quinta-feira (4) irá definir os próximos passos da mobilização. A CSP-Conlutas defende a realização de uma marcha à Brasília e uma nova Greve Geral.

Durante o ato em São José dos Campos, os dirigentes sindicais ressaltaram a força e o sucesso da Greve Geral e também defenderam a importância de manter a unidade e a mobilização para derrotar as reformas.

“As reformas são rechaçadas pela maioria da população brasileira. Após o sucesso da Greve Geral, temos que tirar a data da próxima greve e pressionar as centrais sindicais e os parlamentares a não apresentarem nenhuma emenda a estes projetos de lei, mas sim a defenderem sua retirada de pauta”, afirmou o diretor do Sindicato Weller Pereira.

O representante da CSP-Conlutas do Vale do Paraíba, Renato Bento Luiz, o Renatão, relembrou o desespero do governo diante da unificação da classe trabalhadora na luta contra as reformas. “Temer já sentiu o baque e está concedendo entrevista até para o Ratinho, na tentativa de ganhar a opinião dos mais pobres em favor das reformas. Precisamos continuar com essa unidade, mirar em nosso inimigo comum e colocar cada vez mais trabalhadores na rua contra a retirada de direitos”, afirmou.

Em suas falas, os representantes das centrais sindicais Unidos pra Lutar, David Júnior, e da CUT do Vale do Paraíba, José Carlos, do Sindicato dos Condutores, fizeram um breve balanço sobre o sucesso da Greve Geral, que parou cerca de 40 milhões de trabalhadores em todo país a defenderam a continuidade da luta unitária contra as reformas de Temer.

Além das centrais sindicais, também estiveram presentes no ato os sindicatos de Metalúrgicos, Correios, Químicos, Alimentação, Condutores, Comerciários, Servidores Públicos e os partidos políticos PSTU, PSOL, MAIS e PT.

Fotos: Lucas Lacaz

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®