Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

É pouco! 22/03/2017 | 11:46

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Para reduzir pressão, Temer retira servidores da reforma. Necessidade de Greve Geral continua

Recuo do governo diante das mobilizações é insuficiente

O presidente Michel Temer anunciou nessa terça-feira (21) a retirada dos servidores públicos estaduais e municipais do texto da reforma da Previdência. O recuo, no entanto, é totalmente insuficiente diante da gravidade que a proposta representa para o conjunto dos trabalhadores.

Serão excluídos da reforma os servidores públicos estaduais e municipais que possuem regime próprio de Previdência, permanecendo os que estão ligados ao INSS.

Frente à crescente mobilização que ocorre em todo País contra a retirada de direitos, o anúncio do governo é apenas uma tentativa de diminuir a pressão contra a reforma. É preciso que as centrais sindicais intensifiquem a mobilização e convoquem a Greve Geral para derrotar de vez a proposta das reformas.

“Neste momento, é fundamental pressionar os parlamentares a votarem contra a reforma na íntegra e recusar qualquer tentativa de negociação das mudanças na Previdência. Não podemos aceitar negociação de retirada de direitos. Vamos à Greve Geral”, afirma o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®