Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Supremo Tribunal Federal 08/02/2017 | 09:34

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Vergonha: Temer anuncia tucano Alexandre de Moraes para STF

Aliado do governo e filiado ao PSDB ocupará vaga de Teori Zavascki

Sem qualquer pudor, o presidente Michel Temer (PMDB) anunciou, nesta segunda-feira (6), o nome de Alexandre de Moraes (PSDB) para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Grande aliado de Temer, o tucano assumirá a vaga de Teori Zavascki, morto em acidente aéreo, no mês passado.

A indicação de Moraes (que ainda precisa ser aprovada pelo Senado) é uma estratégia de Temer para proteger a si próprio e seus aliados investigados pela Lava Jato.

Vale lembrar que essa escolha acontece no momento em que a operação atinge em cheio a cúpula do governo federal.

Ligações suspeitas
Depois de iniciar sua carreira no Ministério Público, Alexandre de Moraes ocupou uma série de cargos políticos. Para se ter uma ideia, ele serviu os governos de Geraldo Alckmin (Estado de SP) e de Gilberto Kassab (Prefeitura de SP).

Em 2015, quando voltou a integrar a gestão Alckmin, passou a ser visto com grande rejeição por movimentos sociais diante da atuação truculenta da polícia, então sob o seu comando.

“Ter Alexandre de Moraes no Supremo é um insulto à população. Essa é uma tentativa absurda de livrar a cara de Temer e desse Congresso corrupto. O cenário político e essas manobras vergonhosas exigem a mobilização dos trabalhadores”, afirma o diretor Marcelo Eduardo Costa, o Cavalo.

Tucano na Lava Jato
Enquanto Temer nomeia Alexandre de Moraes para o STF, dando ainda mais poder ao PSDB, Aécio Neves, senador e presidente do partido, foi novamente citado na Lava Jato.

O tucano é apontado como responsável por fraudes em licitações para a construção da Cidade Administrativa (sede do governo de Minas Gerais).

Segundo o delator Benedicto Júnior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, Aécio teria recebido propinas das empreiteiras em troca de favorecimento na licitação do projeto.

Com isso, o tucano já tem cinco citações na Lava Jato: por recebimento de propina, captação de recursos ilícitos e manipulação de dados públicos.

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®