Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Em todo País 24/11/2016 | 14:00

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Categorias param nesta sexta-feira em preparação à Greve Geral

Dia Nacional de Paralisação e Greves terá atividades conjuntas entre as centrais sindicais

Trabalhadores de diversas categorias estão com tudo pronto para os protestos desta sexta-feira (25), Dia Nacional de Paralisações e Greves. Será mais um passo na construção da Greve Geral que deve parar o País em 2017, contra os ataques do governo de Michel Temer (PMDB), a inflação e o desemprego.

Em nossa região, a mobilização irá envolver metalúrgicos, químicos, petroleiros, servidores municipais, condutores, vidreiros, aposentados e trabalhadores dos Correios e do setor de alimentação.

Haverá paralisações nas fábricas pela manhã e um ato unificado dessas categorias, na Praça Afonso Pena, centro de São José dos Campos, às 10h.

Além de São José, atos de rua estão programados para acontecer em São Paulo (SP), Santos (SP), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Formosa (GO), Vitória (ES), Florianópolis (SC), Natal (RN), Maceió (AL), Fortaleza (CE), São Luís (MA), Belém (PA), Campina Grande (PB), Recife (PE) e Teresina (PI).

O objetivo da mobilização é pressionar o governo Temer e o Congresso Nacional a derrubarem as reformas trabalhista e previdenciária e a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que prevê o congelamento dos gastos públicos por 20 anos. Com o desemprego em alta também vamos exigir redução da jornada de trabalho sem redução de salário, uma forma de aumentar a geração de empregos.

As manifestações estão sendo convocadas pela CSP-Conlutas, CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central Sindical, Intersindical, CGTB e CTB.

Greve nas universidades
Como parte da mobilização contra os ataques do governo, professores de 27 universidades federais entram em greve a partir desta quinta-feira (24). Outras instituições devem votar a adesão ao movimento nos próximos dias.

Em todo País, 223 universidades e cerca de mil escolas estão ocupadas contra a PEC 55 e a reforma do ensino médio.

"As universidades já vivem com um severo corte de gastos. A PEC vem para reduzir ainda mais um orçamento que já insuficiente para a manutenção das instituições", disse Eblin Farage, presidente da Andes (Associação Nacional dos Docentes de Ensino Superior).

“Precisamos cada vez mais unir forças em uma forte Greve Geral que mostre ao governo que os trabalhadores não vão aceitar corte de direitos e precarização dos serviços públicos”, afirma Luiz Carlos Prates, o Mancha, dirigente da CSP-Conlutas.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®