Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

PLR 2011 19/04/2011 | 16:38

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos da GM exigem início imediato de negociações

Em outras duas fábricas da região, trabalhadores entraram em greve

Os metalúrgicos de São José dos Campos e região deram início a uma forte mobilização pela PLR (Participação nos Lucros e Resultados) nesta terça-feira, dia 19. Os trabalhadores da General Motors aprovaram, em assembléia, a pauta de reivindicações e exigem o início imediato das negociações. Na Sun Tech e Blue Tech, ambas forcedoras da LG Celulares, as trabalhadoras entraram em greve por tempo indeterminado.

A primeira rodada de negociações na GM foi marcada pela montadora para o dia 29 de abril, o que deve atrasar o pagamento da primeira parcela de PLR, prevista para maio. Os trabalhadores reivindicam PLR maior do que a de 2010, metas menores e a garantia de pagamento em maio. Na assembléia, também foi aprovado total apoio aos metalúrgicos da GM de Gravataí, que estão em luta por PLR e reajuste salarial.

Foram realizadas assembleias nos dois turnos da GM. Com isso, deixaram de ser produzidos cerca de 120 veículos.

“A GM está enrolando para começar as negociações. Se continuar nesse ritmo, certamente a primeira parcela será paga com atraso. Por isso exigimos a antecipação da data proposta pela montadora”, afirma o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, Antonio Ferreira de Barros.

Blue Tech e Sun Tech

As trabalhadoras da Blue Tech, em Caçapava, e Sun Tech, em São José dos Campos, entraram em greve por tempo indeterminado, em protesto contra as propostas rebaixadas apresentadas pelas empresas. Cada uma das fábricas possui cerca de 150 funcionárias.

Na Sun Tech, as trabalhadoras reivindicam a PLR de R$ 1 mil de uma só vez ou R$ 1.200 em duas parcelas. A empresa propôs R$ 860. Na Blue Tech, a reivindicação é de R$ 1.500, mas a empresa propõe apenas R$ 700.

As trabalhadoras não voltarão à fábrica enquanto as empresas não avançarem em suas propostas. Não faremos acordos rebaixados”, afirma o diretor do Sindicato Edmir da Silva.

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®