Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

PDV 17/08/2016 | 14:08

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Embraer apresenta seu programa de demissões para todas as fábricas

Sindicato quer discutir com trabalhadores alternativas que evitem cortes

A Embraer apresentou, nesta quarta-feira (17), o Programa de Demissão Voluntária (PDV) que ficará em vigor entre os dias 23 de agosto e 14 de setembro para todas as suas fábricas no país.

Em reunião com a direção da empresa, o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, filiado à CSP-Conlutas, afirmou que é contra qualquer demissão e que, por isso, não vai apoiar o PDV. A empresa, entretanto, manteve-se intransigente.

Como defensor dos direitos dos trabalhadores, o Sindicato vai discutir com os funcionários da Embraer para chegar a uma alternativa que evite cortes na fábrica.

A empresa não informou quantos trabalhadores ela pretende demitir. Apenas reafirmou que quer economizar US$ 200 milhões ao ano. O PDV apresentado pela Embraer oferece bônus de 40% do salário por ano trabalhado e convênio médico e odontológico por seis meses. Todos os funcionários já foram comunicados sobre o programa de demissão.

As demissões de quem aderir ao programa devem ocorrer a partir do dia 1º de outubro. Ao contrário do que a empresa havia dito anteriormente, os ocupantes de cargos de chefia também poderão aderir ao PDV.

“Não existe PDV bom. PDV é demissão e não podemos aceitar. A Embraer foi amplamente beneficiada por financiamentos e incentivos fiscais do governo federal e, agora, quer realizar demissão em massa. Não aceitaremos mais esse grave ataque que a Embraer quer fazer contra os trabalhadores”, afirma o vice-presidente licenciado do Sindicato, Herbert Claros da Silva.

A Embraer possui cerca de 17.000 trabalhadores no Brasil, sendo 12.300 somente em São José dos Campos, onde está localizada sua matriz.

Corrupção
Conforme publicado em seu balanço do segundo trimestre, a Embraer fez um provisionamento no valor de US$ 200 milhões para pagamento de uma possível multa a ser cobrada pelo governo norte-americano.

A Embraer está sendo investigada pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro por envolvimento em um caso de propina para a venda de oito aviões Super Tucano à Força Aérea da República Dominicana.

A denúncia foi feita em 2010 pelo Departamento de Justiça do governo dos Estados Unidos. A legislação americana prevê punição para empresas com negócios naquele país que cometam corrupção.

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®