Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Desigualdade 04/03/2016 | 13:39

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

16 milhões de meninas nunca irão à escola, segundo estudo da Unesco

Atlas de Desigualdade de Gênero aponta que educação formal privilegia os homens

Em todo o mundo, cerca de 16 milhões de meninas entre 6 e 11 anos nunca irão à escola. Esse número é duas vezes maior que o de meninos na mesma situação. Os dados estão no Atlas de Desigualdade de Gênero na Educação, divulgado pela Unesco em razão do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março.

Atualmente, uma em cada oito crianças entre 6 e 15 anos está fora da escola, sendo que as meninas são as primeiras a serem excluídas. Mais de 63 milhões de meninas no mundo inteiro não recebem educação formal.

A desigualdade entre os gêneros é maior principalmente nos Estados Árabes, na África Subsaariana e na Ásia Meridional e Ocidental. O Brasil aparece no Atlas como um país sem estatística específica sobre gênero na educação básica.

A discriminação e a pobreza paralisam a vidas de meninas e mulheres de geração em geração.

“No mundo inteiro, o machismo ainda é um mal a ser duramente combatido. Meninas e mulheres sofrem com a desigualdade, com a exploração e a falta de oportunidades. No Brasil, também convivemos com todos esses absurdos. Por isso, no dia 8 de março é preciso que trabalhadoras e trabalhadoras se unam em defesa dos direitos da mulher”, afirma a diretora do Sindicato Isabel Cristina da Silva Orioli, a Bel.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®