Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

11/08/2011 | 12:47

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Na Graúna, trabalhadores param duas horas contra proposta de PR

Empresa tem até o dia 17 para apresentar nova proposta

Os metalúrgicos da Graúna fizeram duas horas de paralisação, em cada turno desta quarta-feira, dia 10, em protesto contra a proposta de PR (Participação nos Resultados) apresentada pela empresa e contra os atrasos nos depósitos de FGTS.

Os trabalhadores deram até o dia 17 para que a Graúna apresente uma nova proposta e regularize o FGTS, caso contrário as paralisações serão retomadas.

A empresa quer dividir a PR em três parcelas, com metas, e arrastar o pagamento até o ano que vem.

Além disso, os depósitos de FGTS não são registrados há 17 meses; os funcionários exigem que a empresa apresente documentação comprovando a regularização.

Os trabalhadores também reafirmaram, na assembleia, a exigência de data-base para setembro, acompanhando o restante da categoria. A empresa considera novembro como data-base.

“Os trabalhadores já estão cansados de tanta irregularidade e exploração. Se esta situação não mudar, vai ter paralisação”, afirma o diretor do Sindicato Edmir Marcolino. 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®