Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Organização operária 22/11/2014 | 13:12

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Conselho de Representantes reúne mais de 100 ativistas no Sindicato

Sindicato apresenta balanço parcial da Campanha Salarial da categoria

O Conselho de Representantes reuniu, neste sábado, dia 22, 110 ativistas de 29 fábricas da região. Esta foi uma das reuniões mais representativas do ano. O Sindicato apresentou um balanço parcial da Campanha Salarial e convocou todos os trabalhadores a participarem da assembleia que acontecerá nesta quinta-feira, dia 27, e irá eleger a Comissão Eleitoral do Sindicato.

Até agora, já foram fechados cerca de 100 acordos da Campanha Salarial, todos eles com aumento real de salário e reajustes entre 8,5% e 11%. Onde os acordos ainda não foram fechados, a luta vai continuar.

Mais importante do que os índices de reajustes, os conselheiros ressaltaram a força dos metalúrgicos para romper a proposta de zero porcento de aumento real apresentada pelos patrões.

A greve na Embraer foi citada diversas vezes como exemplo de luta. Na primeira rodada de negociação, a empresa propôs apenas 5,35% de reajuste, ou seja, menos do que a inflação. A proposta só chegou aos 7,4% (também rejeitada) depois que os trabalhadores cruzaram os braços por 24 horas. Duas semanas depois, deflagrou-se uma greve por tempo indeterminado.

“Aquela foi, sim, uma greve vitoriosa que mostrou o valor da luta dos metalúrgicos. Ao contrário do que diz a empresa, cem ativistas não conseguiriam impedir a entrada de 10 mil trabalhadores. O Sindicato não fez a greve sozinho, apenas garantiu que a vontade dos trabalhadores fosse respeitada”, afirmou o cipeiro Edão, funcionário da Embraer, durante a reunião.

O reajuste salarial da Embraer será discutido em audiência de conciliação, nesta terça-feira, dia 25, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) – 15ª. Região, em Campinas.

O presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, parabenizou toda a categoria. “O Sindicato está na direção de uma das categorias mais guerreiras do país, que inspira outras categorias inclusive internacionalmente. Esta Campanha Salarial ainda não acabou, mas já pode ser considerada vitoriosa”, comemorou.

Macapá também ressaltou a falta de mobilização de sindicatos filiados à CUT, Força Sindical e CTB, que não fizeram greves este ano, apesar de todos os ataques patronais.

“A pelegada está fugindo da luta, se distanciando do chão de fábrica. A CUT tem que romper com o governo e retomar seu compromisso com a classe trabalhadora”, disse Macapá.

Assembleia dia 27
Para garantir ampla participação dos metalúrgicos em todo o processo eleitoral da diretoria do Sindicato, o diretor Adilson dos Santos, o Índio, convocou todos os conselheiros a trazerem o maior número possível de trabalhadores para a assembleia da próxima quinta-feira, às 18h, na sede.

A assembleia vai eleger a comissão que conduzirá o processo eleitoral da diretoria do Sindicato, gestão 2015 – 2018.

“No Brasil, é muito comum os sindicatos realizarem eleições às escondidas. Mas este é um dos Sindicatos mais democráticos do país, por isso organizamos a eleição de forma que prevaleça a vontade dos trabalhadores”, afirmou Índio.

Audiência Pública contra mudanças na NR1
Os conselheiros também foram convocados a participar de uma Audiência Pública, na Câmara Municipal de São José dos Campos, no dia 13 de dezembro, das 9h às 12h.

Estarão em pauta as mudanças que o governo federal pretende fazer na Norma Regulamentadora 1 (NR 1), relativa à segurança e saúde no trabalho. Se forem aprovadas, essas alterações darão poder para que os patrões precarizem ainda mais o trabalho.

A audiência está sendo convocada pelo Fórum de Lutas, formado por diversos sindicatos da região, inclusive o nosso.

A Secretaria de Saúde do Sindicato vai realizar, no dia 10 de dezembro, às 17h, uma reunião ampliada com cipeiros e ativistas para organizar as lutas contra as mudanças na NR1 e outros ataques que estão sendo preparados pelo governo federal.

Moção
O Conselho de Representantes também aprovou uma moção de repúdio aos casos de corrupção que tomaram conta do país, como no episódio da Petrobras. Vamos exigir a desapropriação dos bens de todos os envolvidos. 

 Fotos: Tanda Melo


 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2018 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®