Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

NOTA OFICIAL 24/07/2014 | 18:33

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Contra lay-off na General Motors, estabilidade e redução da jornada

Suspensão de contrato de trabalho é desnecessária, já que não houve queda de produção

A General Motors comunicou o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e trabalhadores de que pretende se utilizar do sistema de lay-off (suspensão do contrato de trabalho) na fábrica local.

A medida não se sustenta em qualquer justificativa. Ao contrário das fábricas de Gravataí e São Caetano do Sul, que tiveram queda de produção este ano, a planta de São José dos Campos segue em ritmo normal.

O Sindicato é contrário ao lay-off e defende a estabilidade no emprego e a redução da jornada de trabalho para 36 horas semanais sem redução de salário como forma de garantir a manutenção dos postos de trabalho. Para a implantação do lay-off, a empresa tem de ter a concordância do Sindicato.

A GM quer se utilizar do mesmo instrumento que já está sendo usado pela Scania, Volkswagen, Mercedes-Benz, Ford e Peugeot. Em agosto de 2012, a própria GM colocou 940 trabalhadores em lay-off, o que resultou em 598 demissões.

Em ofício protocolado nesta quinta-feira, dia 24, o Sindicato cobrou da GM estabilidade no emprego, redução da jornada e cumprimento dos acordos coletivos que preveem um total de R$ 3 bilhões em investimentos na fábrica de São José dos Campos.

Vale ressaltar que no dia 1º de julho, o diretor da GM e presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Luiz Moan, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciaram a renovação do acordo de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) reduzido para veículos, em troca da manutenção dos empregos nas montadoras.

Diante disso, o Sindicato reafirma que o lay-off é desnecessário e que o governo federal tem a obrigação de editar uma medida provisória garantindo a estabilidade no emprego para todos os trabalhadores de montadoras do país.

Neste momento, os metalúrgicos estão em campanha salarial e reivindicam 12,98% de reajuste.

Antonio Ferreira de Barros,
Presidente do Sindicato


* Confira o vídeo em que o presidente do Sindicato fala sobre o lay-off abaixo


Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®