Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Juros 13/03/2014 | 13:02

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Governo eleva Selic e, de novo, compromete serviços públicos

Com aumento, rentistas ganham R$ 6 bilhões sem produzir coisa alguma

Mais uma vez o governo Dilma aumentou a taxa de juros. O prejuízo vai pra conta dos trabalhadores, que veem seus salários serem corroídos pela inflação e assistem à precarização dos serviços públicos. O Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou em 0,25% a taxa Selic, que ficou em 10,75%, no mês de fevereiro.

A Selic é a taxa básica utilizada como referência pelos bancos e financeiras. Quanto mais alta, maiores são os juros cobrados no mercado.

Além de corroer os salários, o aumento da Selic também afeta os serviços públicos. Funciona assim: o governo tira da Saúde, da Educação e de outros serviços para cobrir o rombo da dívida que aumenta ainda mais com a especulação proporcionada pelos juros altos.

Desde abril do ano passado, esta é a oitava vez que o governo Dilma aumenta a Selic. É o maior patamar desde janeiro de 2012 e o mesmo de quando a presidente assumiu, em janeiro de 2011. Segundo dados do Banco Central, desde 2004 o país não via uma escalada tão alta dos juros e, portanto, da inflação.

Do total de R$ 2,36 trilhões do orçamento público para este ano, mais de R$ 1 trilhão foram separados pelo governo para o pagamento de juros e amortizações da dívida pública. Vinte por cento do total dessa dívida são corrigidos pela taxa Selic.

Esse dinheiro poderia estar sendo usado na construção de escolas, creches e hospitais, por exemplo. Mas o caminho é outro. Bancos e financeiras recebem juros de mais da metade da dívida interna brasileira. Só no ano passado, o governo federal repassou R$ 75 bilhões de juros a cerca de 50 mil credores.

A receita se repete. Como nos anos anteriores, o governo Dilma aumenta a taxa de juros para garantir os lucros dos credores e dos investidores do setor privado.

Cada ponto percentual a mais na Selic representa R$ 6 bilhões que saem do Tesouro Nacional diretamente para o bolso de grandes empresários e especuladores. Desde abril do ano passado, a Selic aumentou 3,25 pontos percentuais, gerando um lucro de R$ 21 bilhões aos rentistas, só nesse período.

Inflação vai aumentar ainda mais durante a Copa
Assim como a Selic, a Copa também elevará a inflação. Isso porque, em junho, haverá aumento nos preços durante a realização do evento. Segundo a LCA Consultores, o IPCA (índice usado pelo governo para calcular a inflação) vai atingir 6,46% em julho. Hoje a inflação acumulada nos últimos doze meses está em 5,59%.

Com informações do Jornal Brasil de Fato

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®