Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Terceira da GM 20/06/2011 | 14:25

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Funcionários da Haas fazem protesto contra irregularidades

Uma das principais reclamações é contra manobra da empresa que é metalúrgica mas, para burlar a lei, se cadastrou como comércio

Os trabalhadores da empresa Haas, terceira da GM, realizaram na manhã desta segunda-feira, dia 20, uma manifestação em frente ao Sincomerciários (Sindicato dos trabalhadores do Comércio de São José dos Campos). Os trabalhadores reclamam contra uma série de irregularidades cometidas pela empresa.

Cansados de esperar pelo atendimento de várias reivindicações, como PLR e correção de casos de desvio de função e rebaixamento de adicional noturno, os trabalhadores se organizaram e, com o apoio do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região, foram para a porta do sindicato do comércio protestar, na mesma hora em que os diretores da empresa teriam uma reunião com a entidade.

Embora a Haas seja do ramo metalúrgico, já que trabalha com a manutenção e lubrificação de máquinas e equipamentos dentro da GM, ela tem o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) irregular, pois é inscrita no Sindicato do Comércio. É uma forma clara de burlar a lei para pagar salários rebaixados e oferecer menos direitos aos trabalhadores. A empresa tem 98 funcionários.

O reconhecimento da empresa como metalúrgica também é uma das antigas reivindicações dos trabalhadores.

Diante da mobilização, o próprio presidente do Sincomerciários, José Maria de Faria, admitiu que a entidade não representa os funcionários da Haas, já que a atividade da empresa é predominantemente metalúrgica.

“Nós vamos denunciar a Haas, na Receita Federal, por fraude, já que tentaram burlar a lei para prejudicar os trabalhadores. Eles se cadastraram como comércio, uma atividade econômica que nada tem a ver com o ramo de atuação da empresa”, disse o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, Lauro Claudino Nunes.

Para o Sindicato, os trabalhadores que trabalham dentro de empresas metalúrgicas, são metalúrgicos. Uma das bandeiras de luta da entidade é contra a terceirização e o processo de precarização das condições de trabalho, que muitas empresas praticam com o objetivo de aumentar a exploração e retirar direitos dos trabalhadores.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®