Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Em defesa do emprego 21/08/2013 | 15:02

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Metalúrgicos da General Motors ocupam Prefeitura de São José

Trabalhadores querem que prefeito cobre da GM cumprimento de acordo

Trabalhadores da General Motors ocuparam o saguão da Prefeitura de São José dos Campos, nesta quarta-feira, dia 21, para cobrar do prefeito Carlinhos Almeida (PT) um pronunciamento público contra os planos da montadora em encerrar a produção do Classic na cidade e demitir 850 funcionários.

A ocupação, iniciada às 11h30, durou 45 minutos e só foi encerrada depois do prefeito assumir o compromisso de receber uma comissão de trabalhadores nesta quarta-feira, às 18h, no Paço Municipal. No momento da ocupação, os manifestantes foram informados que o prefeito não estava no prédio e foram recebidos por assessores que ligaram para Carlinhos.

O protesto foi decidido na assembleia dos trabalhadores da GM, realizada nesta quarta-feira na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, dando início à série de mobilizações em defesa do emprego.

Logo após a assembleia, cerca de 150 trabalhadores saíram em passeata até a Prefeitura, carregando faixas contra as demissões. Uma delas dizia “Diga não à sacanagem da GM. Defender empregos é defender a cidade”.

GM desrespeita acordo
Na última sexta-feira, dia 16, a GM anunciou o encerramento da produção do modelo Classic em São José dos Campos. A medida vai contra o acordo assinado em janeiro com o Sindicato, que previa a produção do carro até 31 de dezembro deste ano e a consequente manutenção de 750 postos de trabalho no setor MVA (Montagem de Veículos Automotores).

A negociação e assinatura do acordo entre GM e Sindicato foram testemunhadas pelo prefeito e por representantes dos governos estadual e federal.

Na reunião desta quarta, o Sindicato pretende cobrar do prefeito uma posição clara condenando a GM e exigindo o cumprimento do acordo.

“Não podemos aceitar que a empresa assine um acordo negociado com a categoria e depois rasgue esse mesmo acordo para transferir a produção para a Argentina. A partir de hoje, vamos iniciar as mobilizações e exigir o cumprimento do acordo. Não aceitaremos o fim da produção do Classic e muito menos as demissões”, disse o presidente do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros, o Macapá.

A assembleia também aprovou a participação dos trabalhadores da GM no Dia Nacional de Paralisação, já marcado para 30 de agosto. Uma nova assembleia foi marcada para o dia 28.

Audiência pública
Durante a ocupação da Prefeitura, representantes do Sindicato pediram que a presidente da Câmara Municipal, vereadora Amélia Naomi, convocasse uma audiência pública, que acabou sendo marcada para o dia 28, próxima quarta-feira. Será colocado em debate o fim da produção do Classic em São José dos Campos e as consequentes demissões.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®