Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Contra preço da passagem 18/06/2013 | 19:49

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Manifestantes saem às ruas e fazem "aquecimento" para dia 20

Estudantes e trabalhadores protestaram contra o preço da passagem de ônibus

Nesta terça-feira, dia 18, foi a vez de São José dos Campos protestar contra o preço da passagem de ônibus. Estudantes e trabalhadores uniram-se num protesto que funcionou como um aquecimento para o grande ato da próxima quinta-feira, dia 20.

Cerca de 300 manifestantes concentraram-se na Praça Afonso Pena, às 17h, parando o trânsito e chamando todo mundo para protestar. A faixa estendida bem abaixo do semáforo em frente à antiga Câmara Municipal convidava: “Se você concorda,  buzine”. E todos os carros buzinavam, em aprovação ao protesto.

O prefeito Carlinhos Almeida foi citado diversas vezes como o responsável pelo preço das passagens de ônibus. “Carlinhos, vai ter que revogar”. E ainda: “Carlinhos, que papelão, o seu governo fez o aumento do busão”, gritavam os manifestantes.

Mas o preço do passagem não era a única bandeira levantada pelos manifestantes. Havia também protestos contra os gastos com a Copa do Mundo e contra a corrupção. Entre as palavras de ordem, ouvia-se, por exemplo, “Da Copa, eu abro mão, quero dinheiro pra saúde e educação”.

Por volta das 18h, os manifestantes saíram em passeata pela Rua 15 de Novembro, passando depois pela Avenida São José e retornaram para a Praça Afonso Pena. No caminho, os pontos de ônibus lotados, com trabalhadores e estudantes esperando pela condução.

“A passagem tá muito cara. O Carlinhos tem que abaixar logo o preço”, disse o estudante Everton Bonádio, 21 anos, enquanto esperava seu ônibus para ir pra escola. A diarista Jaqueline Lima concordou. “Além de ser caro, o ônibus está sempre lotado. Não vale o que a gente paga”. Jaqueline pega quatro ônibus por dia.

A manifestação terminou às 18h30, com a promessa de que na próxima quinta-feira terá mais, muito mais. A concentração também será na Praça Afonso Pena, a partir das 16h. 

“Vamos pra cada praça, cada escola, cada rua, falar para cada jovem, trabalhador, olho no olho, e dizer que vamos fazer juntos, porque na quinta-feira vai ser muito maior”, diziam os manifestantes em coro.

A manifestação foi organizada pela Anel (Associação Nacional dos Estudantes - Livre), pelos sindicatos dos Metalúrgicos, Químicos, Petroleiros e Correios, Oposição Alternativa da Apeoesp, Admap, Movimento Mulheres em Luta, ADMDS-Pinheirinho, CSP-Conlutas – Regional Vale do Paraíba e PSTU. O Movimento Passe Livre também esteve presente.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®