Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Taxa Selic 19/04/2013 | 15:50

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Com elevação de juros, governo beneficia setor financeiro

Justificativa para medida é combate à inflação, mas impacto sob alta dos preços deve ser pequeno

O Governo Federal decidiu elevar a taxa básica de juros, a chamada Selic, alegando combater o aumento da inflação, que já extrapolou a meta oficial para 12 meses. A decisão foi tomada pelo Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central na última quarta-feira, dia 18, mas está sendo questionada por atender aos interesses do setor financeiro, ao invés de atacar de fato a alta dos preços que prejudica a população.

Segundo o argumento neoliberal do governo, a alta da inflação seria causada pelo aumento do consumo de produtos e serviços, o que deve ser contido a partir da alta dos juros e do consequente encarecimento dos financiamentos.

Mas análise do site Auditoria Cidadã da Dívida avalia que os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que o crescimento da inflação nos últimos 12 meses foi causado pela alta dos alimentos e dos preços controlados pelo governo, como o de combustíveis, que não têm relação com nenhum aumento de demanda.

No caso dos alimentos, a alta acontece por conta de fatores climáticos e, sobretudo, pela ação de especuladores em torno dos produtos agrícolas na bolsa de valores.

Em relação aos itens com reajustes autorizados pelos governos, tiveram aumento os preços da gasolina, diesel, transporte público, planos de saúde, água e esgoto. A alta dos juros não possui nenhum efeito sobre estes preços, que são definidos por decisão dos próprios governos.

Com a decisão do COPOM, a taxa básica de juros passa de 7,25% para 7,5% ao ano, e vai contribuir para aumentar ainda mais os juros cobrados em empréstimos bancários. Este é o primeiro aumento desde julho de 2011.

“O governo toma decisões priorizando os banqueiros e especuladores financeiros e tem desonerado as empresas com dinheiro público, ao invés de tomar medidas efetivas para controlar, de fato, a inflação que penaliza os trabalhadores. Num país como o nosso, que tem produção agrícola e safras recordes, o governo deveria congelar ou reduzir os preços dos alimentos”, afirma o diretor Ademir Tavares da Paixão.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®