Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

General Motors 22/03/2013 | 16:20

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Sindicato reivindica volta de todos os trabalhadores

Na segunda-feira, às 9h, tem assembleia com os companheiros do lay-off

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos reivindicou à General Motors o retorno de todos os trabalhadores que estão em lay-off, previsto para encerrar na próxima terça-feira, dia 26. Em reunião ocorrida hoje, a montadora insistiu na volta apenas dos funcionários que têm estabilidade garantida. 

Dos 739 trabalhadores que estão em lay-off, são estáveis os que têm doenças ocupacionais ou estão em fase de pré-aposentadoria.

Na próxima segunda-feira, dia 25, será realizada uma nova assembleia com os trabalhadores em lay-off, a partir das 9h, na sede do Sindicato.

Hoje, o presidente do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros, o Macapá, reúne-se com o prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida (PT), às 16h, para discutir sobre a situação dos trabalhadores.

Campanha em defesa do emprego
Há mais de um ano, o Sindicato vem lutando contra os planos de demissões da GM. No início de 2012, a empresa pretendia demitir 1.840 funcionários.

Para evitar a demissão em massa, o Sindicato manteve-se à frente de uma campanha em defesa do emprego. Foram realizadas diversas passeatas, mobilizações na fábrica, manifestações na Via Dutra e caravanas para Brasília. O Sindicato também reivindicou que a presidente Dilma Rousseff assine uma medida provisória proibindo de demissões em empresas beneficiadas por incentivos fiscais.

Apesar da insistência do Sindicato e das inúmeras manifestações dos funcionários da GM, o governo federal não tomou qualquer medida em favor dos trabalhadores.

No dia 26 de janeiro, GM e Sindicato chegaram a um acordo que garantiu investimentos de R$ 500 milhões e a continuidade da produção do Classic na fábrica de São José dos Campos e garantia do nível de emprego no MVA até dezembro. O mesmo acordo estendeu o lay-off de 779 trabalhadores até 26 de março.

“A GM continua lucrando muito. Os resultados têm sido recordes, mas quer lucrar ainda mais. Por isso, planeja reduzir custos cortando mão de obra. Nós continuaremos pressionando a presidente Dilma para que proíba essas demissões. É obrigação da presidente, agir em favor dos trabalhadores”, afirma Macapá.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®